Make your own free website on Tripod.com

MENSAGENS FINAIS

QUEM SOMOS NISTO CREMOS ESTUDOS JUDICIAIS CARTAS

Apêndices

Apêndice A - Reforma de Saúde

"Por anos o Senhor tem estado chamando a atenção de Seu povo para a reforma de saúde. Este é um dos grandes ramos da obra de preparação para a vinda do Filho do homem. . . . Deus tem revelado que a reforma de saúde está tão intimamente ligada com a terceira mensagem angélica quanto a mão está ligada ao corpo". Testimonies, vol. 3, pp. 61-62.

"Tal como nossos primeiros pais perderam o Éden devido à indulgência do apetite1, nossa única esperança de readquirir o Éden é mediante a firme negação do apetite e paixão.

"O poder controlador do apetite se revelará a ruína de milhares, quando, se tivessem vencido neste ponto, teriam tido o poder moral para ganhar a vitória sobre toda outra tentação de Satanás. Testimonies, vol. 3, pp. 491-492.

"Há necessidade agora de homens como Daniel, homens que têm a negação própria e a coragem de serem reformadores de temperança radicais. Que cada cristão veja que o seu exemplo e a sua influência estão do lado da reforma". Signs of the Times, vol. 2, p. 18.2.

Que alimentos Deus deseja que o Seu povo evite?

1. "Nunca tomeis chá, café2, cerveja, vinho, ou qualquer bebida alcoólica. A água é o melhor líquido possível para limpar os tecidos". Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 421.6.

2. "Alguns nada pensam quanto a utilizar a gordura de animais no preparo de seus alimentos, e descuidadamente ingerem comida que contém a gordura de animais nela, enquanto a ordem de Deus enfaticamente proíbe o fazê-lo". Testimony on Leviticus 7:23.

3. "Todos quantos tenham uma parte a desempenhar no serviço de Deus devem cultivar pensamentos puros e santos. Deves guardar-te de toda aparência do mal, e não podes fazê-lo enquanto subsistes com carne de animais mortos". Letter to Elder Collins, 14 de dezembro de 1896.

4. "Cânceres, tumores, e todas as doenças inflamatórias são grandemente causadas pelo consumo de carne". Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 388.1.

5. "O Senhor deseja trazer o Seu povo numa posição em que não tocasse ou provasse a carne de animais mortos . . . e em curto tempo o leite de vacas também será excluído do regime alimentar do povo de Deus observador dos mandamentos. Em curto tempo não será seguro usar qualquer coisa que derive da criação animal". Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 411.6 (1898)

6. "Neste estágio da história terrestre, o consumo de carne está desonrando a Deus". Bible Training School, 19 de julho de 1902.

7. "Muitos que são agora meio convertidos quanto à questão de comer carne deixarão o povo de Deus, para não mais andar com ele". Review and Herald, vol. 4, p. 415.3.

8. "Qualquer coisa que impeça a movimentação ativa da máquina viva afeta o cérebro de modo bem direto. E pela luz que me foi dada, o açúcar, quando empregado amplamente, é mais prejudicial do que a carne". Conselhos Sobre Regime Alimentar, p. 328.5.

9. "Que aqueles que advogam a reforma de saúde se empenhem dedicadamente em fazê-la tudo quando reivindicam que ela é. Que descartem tudo que seja prejudicial à saúde. . . . Descartem pastelões sofisticados, bolos, sobremesas, e outros pratos preparados para tentar o apetite". Conselhos Sobre Regime Alimentar, p. 333.5.

10. "Não desonreis a Deus fazendo bolos doces de nenhuma descrição. Carta ao Irmão e Irmã Wilson, N.S.W., 11 de novembro de 1898.

11. "O queijo jamais deveria ser introduzido no estômago". Testimonies, vol. 2, p. 68.3.

12. "O uso de soda ou fermento . . . é prejudicial e desnecessário. A soda causa inflamação do estômago e freqüentemente envenena todo o organismo". Conselhos Sobre Regime Alimentar, p. 316.5.

13. "Damos positivo testemunho contra o tabaco, bebidas alcoólicas, rapé, chá, café, alimentos cárneos, manteiga, temperos, bolos sofisticados, tortas, grandes quantidades de sal, e todas as substâncias usadas como artigos de alimentação". Testimonies, vol. 3, p. 21.6.

Que alimentos Deus deseja que o Seu povo coma?

1. "Por preceito e exemplo tornai claro que o alimento que Deus deu a Adão em seu estado isento de pecado é o melhor para o uso do homem ao buscar ele readquirir esse estado sem pecado". Testimonies, vol. 7, p. 135.9.

2. "Adão e Eva saíram da mão de seu Criador na perfeição de toda capacidade física, mental e espiritual. . . . Um benevolente Criador havia lhes dado evidências de Sua bondade e amor ao prover-lhes frutas, vegetais e cereais, e fez com que crescessem do solo árvores de toda variedade e utilidade e beleza". Review and Herald, vol. 1, p. 139.3.

3. "Frutas muito maduras ou vegetais murchos não deveriam ser empregados. Verduras e frutas não devem ser comidas na mesma refeição. Numa refeição utilizai pão e fruta, e na próxima utilizai pão e verduras". Signs of the Times, vol. 3, p. 419.5.

4. "Cereais e frutas preparadas livres de gordura, e numa condição tão natural quanto possível, deveria ser o alimento para as mesas de todos quantos reivindicam estarem-se preparando para trasladação ao céu". Testimonies, vol. 2, p. 352.6.

5. "Grãos, frutas, nozes, e verduras constituem o regime alimentar escolhido para nós por nosso Criador. Esses alimentos, preparados da maneira mais simples e natural possível, são os mais saudáveis e nutritivos". Conselhos Sobre Regime Alimentar, p. 81.5.

Com que freqüência deseja Deus que o Seu povo coma?

1. "O hábito de ter um desjejum escasso e um jantar pesado é errado. Fazei com que o vosso desjejum corresponda a quase o mesmo que vossa refeição mais completa do dia". Conselhos Sobre Regime Alimentar, p. 173.6.

2. "Cinco horas pelo menos deveria transcorrer entre cada refeição, e sempre trazei em mente que se assim o tentardes, descobrireis que ter duas refeições é melhor do que três". Conselhos Sobre Regime Alimentar, p. 173.4.

3. "Estou espantada em saber que, após toda a luz que tem sido dada neste lugar, muitos de vós comem entre as refeições! Nunca deveríeis permitir que um fragmento de alimento passasse por vossos lábios entre vossas refeições regulares. Comei quanto necessitais, mas numa só refeição, e depois esperai até a próxima. . . . Caso eu comesse uma quantidade dupla agora e depois, porque tem bom gosto, como poderia inclinar-me para pedir a Deus que me ajude em meu trabalho de escrever, quando não poderia obter uma idéia devido a minha glutonaria". Testimonies, vol. 2, p. 373.6.

4. "Muitos acham que, se não ingerem carne e artigos de alimento mais pesados, podem utilizar-se de alimento simples até não poderem comer mais nada. Isso é um erro. Muitos professos reformadores de saúde não são mais do que glutões. . . . O comer em excesso, mesmo alimentos dos mais simples, anuvia os nervos sensíveis do cérebro e enfraquece a sua vitalidade. O comer em excesso tem um efeito pior sobre o organismo do que trabalhar em excesso; as energias da alma são mais efetivamente diminuídas pela intemperança no comer do que por intemperança no trabalho". Testimonies, vol. 2, p. 412.5.

5. "Estamos vivendo na era da glutonaria, e os hábitos a que os jovens são educados, mesmo por muitos adventistas do sétimo dia, estão em direta oposição às leis da natureza". Conselhos Sobre Regime Alimentar, p. 242.6.

6. "Que pensamento! Glutões no céu! Não, não, os tais nunca passarão pelos portais de pérola da cidade dourada de Deus. Os tais jamais serão exaltados à destra de Jesus, o precioso Salvador, o Homem sofredor do Calvário, cuja vida foi de constante negação própria e sacrifício". Testimonies, vol. 2, p. 70.1.

Alguns dizem para não nos preocuparmos com pequenas coisas, tais como quando ou que tipos de comida ingerir. Isso é verdade?

1. "É a transgressão nas pequenas coisas que primeiro leva a alma a afastar-se de Deus". Review and Herald, vol. 4, p. 233.9.

2. "No dia do juízo, muitos serão deixados de fora da Cidade de Deus pelos pecados que suponham serem indignos de nota"3. Signs of the Times, vol. 3, p. 348.6.

3. "Nossos hábitos de comer e beber4 mostram se somos do mundo ou se estamos com o número daqueles que o Senhor, mediante o Seu poderoso crivo da verdade, separou do mundo. . . . As igrejas deveriam ser firmes e verdadeiras à luz que Deus tem concedido5 Cada membro deveria trabalhar inteligentemente para afastar de sua vida prática todo apetite pervertido".Testimonies, vol. 6, pp. 372-373.

Uma advertência e uma promessa

"Deus concedeu a luz sobre a reforma de saúde, e aqueles que a rejeitam, rejeitam a Deus". Special Testimonies, Série B, # 6, p. 31.3.

"Aqueles que chegam a cada ponto, e suportam cada teste, e vencem, seja qual for o preço, atenderam ao conselho da Testemunha Verdadeira, e receberão a chuva serôdia, e assim estarão aptos para a trasladação".Testimonies, vol. 1, p. 187.9.

 

NOTAS DE RODAPÉ

#1. "Devíeis saber o que causou a queda de Adão a fim de que não cometais o mesmo erro, e percais o céu como ele perdeu o Paraíso". Review and Herald, vol. 2, p. 206.2.

#2. "O café é uma indulgência prejudicial. Temporariamente excita a mente para ação não habitual, mas os efeitos posteriores são a exaustão, prostração, paralisia das faculdades físicas, mentais e morais. A mente se torna enervada, e a menos que o hábito seja vencido por determinado esforço, a atividade do cérebro é permanentemente diminuída". Conselhos Sobre Regime Alimentar, p. 421.8.

"O chá, o café e a bebida alcoólica são um pecado, uma indulgência prejudicial que, à semelhança de outros males, afeta negativamente a alma". Conselhos Sobre Regime Alimentar, p. 425.7.

#3. "Os pecados que estais dispostos a desconsiderar como sendo pequenos podem ser exatamente aqueles que Deus considera como grandes crimes". Testimonies, vol. 5, p. 337.5.

#4. "Muitos cometem um erro em beber água fria com as refeições. Tomada com as refeições, a água diminui o fluxo das glândulas salivares; e quanto mais fria a água, maior o prejuízo para o estômago. . . . O alimento não deveria ser regado a água; nenhuma bebida se faz necessária com as refeições". Conselhos Sobre Regime Alimentar, p. 420.4.

#5. "O tema da reforma de saúde tem sido apresentado nas igrejas; mas a luz não tem sido recebida de coração. . . . Se os membros de nossas igrejas desconsiderarem a luz sobre esse assunto, colherão os resultados seguros tanto de degeneração física quanto espiritual". Testimonies, vol. pp. 370-371.

 

Apêndice B - Separação

"Ao nos aproximarmos do juízo, todos manifestarão o seu verdadeiro caráter, e será tornado claro a que grupo pertencem". Testimonies, vol. 1, p. 100.2.

"A verdade presente deve ser a nossa carga. A mensagem do terceiro anjo deve realizar sua obra de separar das igrejas um povo que tomará sua posição sobre a plataforma da verdade eterna". Testimonies, vol. 6, p. 61.6.

"Jesus está convidando todos quantos se disponham a cooperar com Ele. Uma grande obra deve ser feita, e Deus chama os que estão dispostos a saírem de entre os que não queiram tomar sua posição ao lado de Cristo". Review and Herald, vol. 4, p. 214.1.

"Mesmo que não vos sintais capazes de falar uma palavra àqueles que estão operando segundo princípios errados, deixai-os. Vossa retirada e silêncio podem fazer mais do que as palavras. Neemias recusou associar-se com aqueles que eram infiéis ao princípio, e ele não permitia que os seus obreiros se associassem com eles". Review and Herald, vol. 4, p. 42.3.

"Saí dentre eles, e separai-vos, . . . Esta é a mensagem que devemos proclamar. As falsas religiões devem ser expostas1, a fim de que a verdade triunfe. Nesta obra a disputa é incessante. Esforços decididos e incansáveis devem ser empreendidos se aqueles que estão lutando contra Deus depuserem suas armas e reconhecerem a verdade como esta é em Jesus". Review and Herald, vol. 4, p. 315.6.

Acaso Cristo separou-Se de Sua igreja professa, porém falsa?

"Vagarosa e tristemente, Cristo, com os Seus discípulos, deixou para sempre o recinto do Templo". Spirit of Prophecy, vol. 4, p. 46.2.

Os verdadeiros seguidores de Cristo, da primitiva igreja nos primeiros séculos, separaram-se de sua professa, mas falsa, igreja?

"Foi requerido uma desesperada luta da parte daqueles que queriam ser fiéis para permanecerem firmes contra os enganos e abominações que estavam sob o disfarce das vestes sacerdotais e introduzidos na igreja. . . . Após um longo e severo conflito, os poucos fiéis decidiram dissolver toda união com a igreja apóstata. . . Eles viram que a separação era uma absoluta necessidade se quisessem obedecer a Palavra de Deus. Eles não ousariam tolerar erros fatais a suas próprias almas2, e estabelecer um exemplo que poria em perigo a fé de seus filhos e dos filhos de seus filhos. A fim de garantir a paz e a unidade3 estavam prontos a fazer qualquer concessão que fosse consistente com a fidelidade a Deus; mas sentiam que mesmo a paz seria adquirida a preço muito alto, pelo sacrifício do princípio. Se a unidade pudesse ser assegurada somente pelo compromisso da verdade e da justiça, então que houvesse diferença, mesmo guerra.

"Bem teria sido para a igreja e para o mundo se os princípios que moviam essas almas vigorosas fossem revividas nos corações do professo povo de Deus". Spirit of Prophecy, vol. 4, p. 46.2.

Acaso a irmã White removeu sua presença de nossa professa, mas falsa, igreja?

". . . Tenho pouca confiança de que o Senhor está concedendo a estes homens em posições de responsabilidade, visão espiritual e discernimento celestial. Sou lançada em perplexidade quanto a seu curso de ação, e desejo agora dedicar-me a minha obra especial. Não ter parte em qualquer de seus concílios, nem participar de nenhuma reunião campal, nem de perto, nem de longe. Minha mente não será arrastada para a confusão pela tendência que eles manifestam em trabalhar diretamente contrário à luz que Deus me deu. Estou decidida. Preservarei a inteligência que Deus me deu. Minha voz tem sido ouvida nas diferentes conferências e campais. Devo agora fazer uma mudança. . . . Eu os deixarei, pois, para receber palavra da Bíblia. . . .

Esta é a luz que me foi dada, e não me desviarei dela". Letter W-186, 2 de dezembro de 1902. Para Edson e Willie White, pp. 4-5.

Devemos separar-nos de nossa professa, mas falsa, igreja?

"Irá a igreja erguer-se e vestir suas belas vestimentas, a justiça de Cristo? O Senhor em breve virá; deve haver um processo de refinamento, peneiramento em cada igreja, pois há entre nós homens ímpios que não amam a verdade". Review and Herald, vol. 2, 239.

"É uma declaração solene que eu faço à igreja, que nem um em vinte cujos nomes estão registrados nos livros da igreja estão preparados para encerrar sua história terrenal, e estariam tão verdadeiramente sem Deus e sem esperança no mundo como o pecador comum. Eles estão professamente servindo a Deus, mas estão mais zelosamente servindo a Mamom. Essa obra pela metade é uma constante negação de Cristo, antes que uma confissão Dele. . . . Aqueles que reivindicam ser cristãos e confessarão a Cristo deveriam sair de entre eles e não tocar nada imundo, e serem separados". Serviço Cristão, p. 41.1.

"As sentinelas de Deus não clamarão 'Paz, paz', quando Deus não falou em paz. A voz da fiel sentinela será ouvida: 'Saí desse meio, não toqueis nada imundo; saí do meio dela; purificai-vos, vós que levais os vasos do Senhor'.

"A igreja não pode medir-se pelo mundo nem pela opinião dos homens, nem pelo que outrora foi. Sua fé e sua posição no mundo como são agora devem ser comparadas com o que teriam sido se o seu curso de ação tivesse sido continuamente para frente e para cima". Testimonies, vol. 5, p. 83.6.

"Deus vem com apelos e garantias àqueles que estão cometendo erros. Ele busca mostrar-lhes seus erros, e os conduz ao arrependimento. Mas se recusam humilhar seus corações perante Ele, se buscam exaltar-se acima Dele, Ele deve falar-lhes em juízo. Nenhuma semelhança de proximidade de Deus, nenhuma garantia de ligação com Ele, será aceita de parte dos que persistem em desonrá-Lo por inclinar-se sobre o braço do poder mundano4.

"Hoje a palavra de Deus a Seu povo é: 'Saí do meio deles, e separai-vos, e não toqueis coisa imunda. . .'". Review and Herald, vol. 5, p. 63.7. 4 de agosto de 1904.

"Sinto tanto que homens sensatos não possam discernir o trilho da serpente. . . Onde estão aqueles que são designados como afastando-se da fé e dando ouvido a espíritos enganadores e doutrinas de demônios, desviando-se da fé que mantiveram como sagrada pelos últimos cinqüenta anos. . . . Cristo apela: Saí do meio deles, e separai-vos.

"Escrevo isto porque a qualquer momento minha vida pode findar. A menos que haja um rompimento da influência que Satanás preparou, e um reavivamento dos testemunhos que Deus tem dado, almas perecerão em seu engano. Eles aceitarão falácia após falácia, e assim manterão uma desunião5 que sempre existirá até que aqueles que têm sido enganados tomem sua posição sobre a plataforma correta.

"Estou agora dando a mensagem que Deus me confiou, para dar a todos quantos reivindicam crer na verdade: 'Saí do meio deles, e separai-vos', do contrário seus pecados em justificar o erro e formular enganos continuarão a ser a ruína de almas. Não podemos terminar no lado errado". Special Testimonies, Serie B, #7, pp. 61-64, novembro de 1905.

A primeira, segunda, e terceira mensagens angélicas são todas sobre separação!

1. "Foi para separar a igreja de Cristo da influência corruptora do mundo que foi dada a primeira mensagem angélica". Spirit of Prophecy, vol. 4, p. 231.2.

2. "Caiu, caiu Babilônia. . . Sai dela povo Meu"6.

3. "A mensagem do terceiro anjo deve realizar a sua obra de separar das igrejas um povo que assuma a sua posição sobre a plataforma da verdade eterna". Testimonies, vol. 6, p. 61.6.

Satanás e seus seguidores odeiam estas mensagens.

"Satanás está constantemente buscando lançar sua sombra infernal sobre estas mensagens, de modo a que o povo remanescente de Deus não discirna claramente a importância delas--o seu tempo e lugar. . ."Mensagens Escolhidas, Livro 3, p. 405.5.

A verdadeira igreja* são aquelas pessoas que obedeceram a mensagem de separação.

"Deus chamou Sua igreja neste tempo, tal como chamou o antigo Israel, para permanecer como uma luz na Terra. Mediante o poderoso crivo da verdade, as mensagens do primeiro, segundo e terceiro anjos, Ele os separou das igrejas e do mundo para trazê-los para perto de Si. Ele os tornou depositários de Sua lei e confiou-lhes as grandes verdades da profecia para este tempo". Testimonies, vol. 5, p. 505.8.

*NOTA: A palavra para "Igreja" na Bíblia é "Ekklesia", que significa: "Um chamado para fora"!

Uma advertência e uma promessa:

"O anjo deve colocar uma marca sobre as testas de todos quantos estão separados do pecado e pecadores, e o anjo destruidor seguirá, para matar completamente tanto velhos quanto moços". Testimonies, vol. 5, 505.8.

"Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e Eu vos receberei; e Eu serei para vós Pai e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso".II Coríntios 6:17-18.

NOTAS

#1. "Às vezes, com zelo ardente e palavras de tremenda severidade, Cristo denunciava as abominações que observava na igreja e no mundo. Ele não desejava que o povo fosse enganado por falsas alegações quanto a retidão e santidade". - Special Testimonies, Série B, #2, pp. 46-47.

#2. "Se Deus tem qualquer nova luz para comunicar, Ele permitirá que os Seus escolhidos e amados a entendam, sem precisarem ter suas mentes iluminadas por ouvir os que estão em trevas e erro.

"Foi-me mostrada a necessidade daqueles que crêem que temos a última mensagem de misericórdia separarem-se dos que estão diariamente assimilando novos erros. Vi que nem jovem nem velho deviam assistir a suas reuniões pois é errado encorajá-los assim enquanto ensinam o erro que vem a ser um veneno mortal para a alma. . . . Se Deus nos livrou de tais trevas e erro, deveríamos permanecer firmes na liberdade com que nos libertou e regozijar-nos na verdade. Deus se desagrada de nós quando vamos ouvir o erro, sem sermos obrigados a fazê-lo; pois a menos que Ele nos envie para essas reuniões onde o erro é imposto sobre as pessoas pelo poder da vontade, Ele não nos guardará. Os anjos cessam de exercer seu dedicado cuidado sobre nós, e somos deixados sob os golpes do inimigo, para sermos entenebrecidos e enfraquecidos por ele e pelo poder de seus anjos maus; e a luz ao nosso redor se torna contaminada com as trevas.

"Enquanto falsas doutrinas e erros perigosos são forçados sobre a mente, esta não pode demorar-se sobre a verdade que deve adequar e preparar a casa de Israel para permanecer em pé no dia do Senhor". Primeiros Escritos, p. 124-125.

#3. "Devemos nos unir, mas não sobre uma plataforma de erro". Special Testimonies, Série B, # 2, p. 47.2.

"Há força na completa e perfeita unidade. Não em números, mas na perfeita confiança e unidade com Cristo, pode-se perseguir um milhar, e dois porem dez milhares a fugir". Testemunhos Para Ministros, p. 277.3.

"Temos uma mensagem probante para dar, e sou instruída a dizer ao nosso povo: 'Uni-vos, uni-vos'. Todavia, não nos devemos unir com aqueles que estão desviando da fé, dando ouvidos a espíritos sedutores e doutrinas de demônios". Mensagens Escolhidas, Livro 3, p. 412.5.

"É impossível que vos unais com aqueles que são corruptos, e ainda permaneçais puros. . . . Deus e Cristo e a hoste celestial queriam que os homens soubessem que se se unirem aos corruptos, haverão de se corromper. Review and Herald, vol. 4, p. 137.6.

#4. "Antes da visitação final dos juízos de Deus sobre a Terra haverá entre o povo do Senhor tal reavivamento da primitiva santidade como não tem sido testemunhado desde os tempos apostólicos. O Espírito e poder de Deus serão derramados sobre Seus filhos. Nesse tempo, muitos se separarão daquelas igrejas em que o amor deste mundo suplantou o amor por Deus e Sua palavra". O Conflito dos Séculos, p. 464.3.

#5. "Aqui estão claramente representados dois grupos distintos, formados a partir de um grupo que outrora foi unido. Os membros de um desses grupos estão resistindo à vontade de Deus. Eles deixaram o lado do fiéis e verdadeiros, e agora estão resistindo às advertências do Espírito de Deus". Review and Herald, vol. 5, p. 341.6.

#6. "Adicionalmente à segunda mensagem angélica está o clamor da meia-noite - "Eis que vem aí o Noivo; saí a encontrá-Lo!". Primeiros Escritos, p. 238.1.

 

Apêndice C - Tentações

"O que é tentação? É o meio pelo qual aqueles que alegam ser filhos de Deus são testados e provados". S.D.A. Bible Commentary, vol. 1, p. 1094.

POR QUE SOMOS TENTADOS E VENCIDOS?

1. Não ter a Cristo em sua vida. 4T 355, DTN 599.

2. Não manter os olhos em Cristo. 5T 652.

3. A mente desviando-se de Deus. 4T 357 (PE 58).

4. Deixar de reconhecer constante dependência de Deus. DTN 382.

5. Negligência em orar. CS 600, SC 94.

6. Negligência de oração silenciosa. 5T 120.

7. Apetite e intemperança são as principais razões. 3T 485, CBV 174.

8. Não ser fiel nas pequenas coisas. CS 410.

9. Dúvida. SC 119.

10. Pensamentos impuros. PP 459.

11. Pecados íntimos. PR 82.

12. Não ter um correto conhecimento do eu. 4T 246, SD 91.

13. Amor ao dinheiro e tesouros terrenos. 3T 480.

14. Ambição e amor do mundo. Te 276, 3T 480.

15. Amor de posições de importância. 3T 480.

16. Egoísmo. MDC 116-18.

17. Ser auto-confiante e ter justiça própria. 5T 426.

18. Associação voluntária com mundanos e corrupção. MJ 82, 3T 111, 2T 222, 5T 360.

19. Mente e corpo sobrecarregados, esgotados e perplexos. OE 245, SD 298.

20. Ociosidade. DTN 72, CG 189.

21. Convidar tentações 3T 47.

22. Envolver-se em jogos e esportes. MJ 382.

23. Se vencido, mais fácil cair novamente. PP 268, 3T 483.

COMO VENCER E RESISTIR A TENTAÇÕES

1. Aprendei de Jesus. LA 380, 5T 148.

2. O conhecimento de Deus é a única salvaguarda. AA 530-531, CBV 409.

3. Conhecimento e emprego das Escrituras é uma barricada. COL 132, CSW 36, 5T 426.

4. Obediência à Palavra de Deus é um escudo. CT 483, LA 380.

5. Restrita leitura da Bíblia e livros espirituais somente. 3T 81-82.

6. Um senso da imediata presença de Deus é um escudo. Ed 255, 5T 148.

7. Pelo exemplo de Cristo. 7BC 929-930, 4T 29, DTN 130-131.

8. Meditação em Deus. 4T 45, 5T 148.

9. Deve ser convertido. TM 426.

10. Inteira submissão do coração a Deus. LA 380.

11. Fazê-las retrocederem no nome de Cristo. 4T 357, 4T 33, MJ 50, 3T 480.

12. Contínua oração é necessária e essencial. OE 128, CBV 509-510, 4T 542-543, 5T 177.

13. Orar, então resistir firmemente com todo poder e energia. 3BC 1155, SD 164, MJ 248.

14. Agonizar em oração. PE 46.

15. Oração secreta. 5T 120.

16. Oração silenciosa sobre nossos joelhos. MJ 248, 4T 616.

17. Orar a Oração do Pai Nosso. 459.

18. Constante confiança em Deus. PP 751. PE 46, 2SG 289-290.

19. Vitória sobre o apetite é o poder para resistir todas as outras tentações. 3T 491-492.

20. Apelar e pedir ajuda divina. 5T 312, 5T 426.

21. Reclamar as promessas de Deus. DTN 129.

22. Força de vontade. 3T 488, CBV 176, CRA 167.

23. Reconhecer próprias fraquezas. DTN 382.

24. Auto conhecimento sobre pontos fracos. OE 276, 2T 511, 2T 517.

25. Unir nossa fraqueza com a força de Cristo. MJ 50, PR 487, 3T 480.

26. A força aumenta com cada vitória. 5T 183, 5T 120.

27. Encontrar pacientemente. 3T 287.

28. Cultivar a mansidão. LA 380.

29. Humildade. PP 751, SD 121.

30. Por uma vida bem ordenada. 5T 148.

31. Por uma conversação santificada. 5T 148.

32. Formar hábitos santos de pensamento. CBV 454.

33. Pela fé. 5BC 1082.

34. Manter o princípio de nossa confiança firme até o fim. 5T 148.

35. Praticar e espalhar a verdade presente. 4T 397.

36. Cantar louvores a Deus. 7BC 936, LA 443.

37. Vigilância. 2T 511, 2T 283.

38. Não argumentar com. CS 587.

39. Silêncio e afastamento com associados que a trazem. SD 164.

40. Deus não permite que nenhuma venha que não possa ser resistida. PP 332, I Cor. 10:13.

MISCELÂNEA

1. Nenhuma desculpa para o pecado. 5T 177, LA 331.

2. Próprio ato e escolha de submeter. 4T 623, 5T 177, 2T 294, GC 510.

3. Manifesta verdadeiro espírito no coração. SD 62, 1BC 1094.

4. Inventado para destruir a fé. SD 294.

5. É essencial para a vitória final. GC 528.

6. Somente vencedores no Céu. SD 348.

7. Louvai a Deus quando a enfrentando. 7BC 937.

8. O lugar mais seguro para se estar quando sob ela. 7BC 937.

9. Do que se lembrar quando sob ela. 3T 378.

10. O que fazer quando não puder controlar circunstâncias. 3T 45.

PROMESSAS

1. Deus nos guardará da hora da tentação. Apoc. 3:10.

2. Deus concede força para vencer. CG 467, Te 105.

3. Luz do céu enquanto oramos. DTN 113, SC 95.

4. Anjo enviado para resgatar fiéis. 3T 47.

5. Todos podem vencer. 1ME 226, 3T 46, CRA 186, 2ME 137, 5T 47.

6. O poder divino une-se ao poder humano para resistir. 4T 32-33.

7. Feita toda provisão para ajudar. 5T 574.

8. Deus remove por causa dos fracos. PR 255.

9. Deus deve trazer verdades à memória para combater. GC 600.

10. Tudo coopera para o nosso bem. CBV 489.

11. Deus não permite que nenhuma venha que não possa ser resistida. PP 332, I Cor. 10:13

 

Apêndice D - A Imagem da Besta

A Sra. White declara que o destino eterno para o povo de Deus é decidido por sua relação com a imagem da besta, e que esse é o seu grande teste que virá antes que se encerre o tempo de graça e o tempo do selamento. 7BC 976.3.

- O que é a imagem da besta? Declara ela: ". . .a Igreja Romana, um corpo eclesiástico revestido com o poder civil, tendo autoridade para punir todos os dissidentes. A imagem da besta representa outra corporação religiosa revestida com poder semelhante". 4SP 278.2.

- O que representa essa imagem? ". . . o mundo protestante, a imagem da besta". 3ME 385.6.

Assim, a imagem da besta representa todas as organizações eclesiásticas protestantes unidas numa confederação única, com um único e principal propósito--exaltar as leis do homem acima das leis de Deus.

- O que deve ocorrer antes que a imagem da besta seja feita? ". . . apostasia na igreja preparará o caminho para a imagem da besta". GC 444.1.

- Que grande evento está associado com sua formação? O maravilhoso poder operador de milagre de fogo será trazido do céu para a Terra (Apoc. 13:13-14, MAR 164.3) por Satanás mediante seus principais agentes (2ME 51.7). Ela declara: "Mediante suas agências [de Satanás] ele fará grandes maravilhas, 'de modo que até fogo faz descer do céu sobre a Terra à vista dos homens, e engana os que habitam sobre a Terra por meio desses milagres. . .'" (3ST 121.2). Esse poder operador de milagre enganará o mundo inteiro, inclusive os papistas e protestantes (4SP 406.4) para que sigam esses principais agentes de Satanás.

- O que representaria esses principais agentes de Satanás? Seria a organização eclesiástica protestante que teria as maiores trevas, engano e corrupção dentro de si própria. Ela declara: "Quanto maior for a luz que rejeitarem, maior será o poder de engano e trevas. . ." (1T 345.3). Assim, a organização eclesiástica protestante que tem rejeitado o maior montante de luz e escolhido a apostasia terá maiores trevas, enganos e corrupção interna do que qualquer outra igreja. Eles serão os mais próximos agentes de Satanás e assim se assemelharão proximamente da Igreja Católica. Essa igreja será a que há de enganar o mundo inteiro por fazer fogo descer do céu mediante o poder de Satanás!

- Quem tem tido a maior luz do céu dada a qualquer igreja na história deste mundo? A Igreja Adventista do Sétimo Dia! Ela declara: "A América, e especialmente Battle Creek [então sede da Associação Geral], onde a maior luz do céu tem estado brilhando sobre o povo, pode tornar-se o lugar do maior perigo e escuridão". - Special Testimonies to Ministers and Workers, p. 122.

- É a Igreja Adventista do Sétimo Dia uma igreja protestante? SIM! PR 627.3, 2RH 48.4, 5RH 540.6.

- Tem a apostasia tido lugar na Igreja Adventista do Sétimo Dia? SIM! Declara ela: "Apostasia tem-se introduzido em nossas fileiras tal como se introduziu no Céu, e todos quantos se unirem com Satanás neste tipo de obra agirão sobre os mesmos princípios pelos quais Satanás tem atuado. . . . Satanás precisa enganar a fim de ter êxito". Letter 156, (1897), p. 2. Manuscript Release # 454, p. 9.5.

- Tem a Igreja Adventista do Sétimo Dia rejeitado a maior luz do céu e escolhido as trevas? SIM! Declara ela: "Oh, se eu pudesse ter as alegres novas de que a vontade e mentes daqueles em Battle Creek [local dos escritórios da Associação Geral] que têm se mantido professamente como líderes, se emancipassem dos ensinos e escravidão de Satanás, cativos de quem eles têm sido por tanto tempo, eu estaria disposta a atravessar o amplo Oceano Pacífico para ver vossas faces uma vez mais. Porém não estou ansiosa por ver-vos com vossas percepções debilitadas e mentes anuviadas porque tendes escolhido as trevas em lugar da luz". TM 396.1.

- Irá a Igreja Adventista do Sétimo Dia, que se afastou da verdade de Deus, trazer fogo do céu? SIM! Ela declara: "É declarado na Palavra que o inimigo operará mediante seus agentes que se desviaram da fé, e eles aparentemente operarão milagres, mesmo ao ponto de trazer fogo do Céu à vista dos homens". 2ME 54.2 (ver também MM 87-88).

- É a organização da Igreja Adventista do Sétimo Dia realmente uma imagem da Igreja Católica Romana? Comparemos as duas lado a lado:

IGREJA CATÓLICA ROMANA IGREJA ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA

1. Tem uma forma hierárquica de estrutura e organização eclesiásticas.

 

 

2. "Contemplai sua 'perfeita organização' pela qual executa, como se por um só homem, as maravilhas de sua vontade e mantém impérios em atitude respeitosa. . ."Lessons from the Reformation, por A. T. Jones, pp. 67-68.

 

3. "É uma das doutrinas principais do romanismo que o papa é a cabeça visível da igreja universal de Cristo. . . por usurpação". Spirit of Prophecy, vol. 4, p. 53.1.

 

4. O papa como o Filho de Deus: o "mediador entre Deus e o homem".

 

 

 

 

 

5. O papa como o "Primeiro Ministro" da igreja.

 

 

6. A voz da Igreja é a voz de Deus para o povo.

 

 

7. A arca de Deus. General Council of Basel, 1432.

 

8. Nenhuma salvação à parte da igreja.

 

9. As portas do inferno não prevalecerão contra nós. Embora Lutero haja declarado: "Se existe um inferno, Roma está edificada sobre ele". Sermão por Martinho Lutero, em 1545 (W 54, 219 f - E 26, 147- SL 17, 1036).

 

10. Reivindica o título de infalibilidade.

 

11. A Bíblia é falível em controvérsias com a posição da igreja.

 

12. O povo deve sua "aliança espiritual" à igreja e não a Cristo.

 

 

 

13. Sustenta os padrões da igreja a despeito de tudo.

 

 

 

 

 

 

 

14. Igreja tem absoluta autoridade sobre o povo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

15. Tem "cardeais".

 

 

 

 

 

 

 

 

 

16. A liderança da igreja não é eleita pelos membros leigos.

 

 

 

 

17. A igreja tem poder para modificar a doutrina divina a despeito da verdade da Bíblia que a contrarie.

 

18. Somente os líderes da igreja podem interpretar a Bíblia.

 

 

 

 

 

19. As pessoas devem submeter seu entendimento da Bíblia aos ensinos de seus líderes.

 

 

 

20. Os líderes tentam impedir que a verdade seja examinada pelo povo.

 

 

 

 

 

 

 

21. A igreja evita investigação profunda,

 

 

 

22. evita a revelação da verdade, e

 

 

 

 

 

 

 

23. tem terrível corrupção interna. 3 sermões por Martinho Lutero; 2 em 1531 e o outro em 1545. Os números dos sermões são (W 30 111, 285--E 25, 15--SL 1635) (W 33, 488f--E 48, 248--SL 8, 121) (W 54, 219f--E 26, 147--SL 17, 1036)

 

24. Os que discordam fortemente da igreja são denunciados como heréticos e dissidentes.

 

 

 

25. A igreja persegue aqueles que expõem ou protestam contra a corrupção interna.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

26. A igreja conta com as autoridades seculares ou civis para punir os que abertamente expõem ou protestam contra a corrupção na igreja.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

27. O papa diz a outros governantes o que fazer, e eles obedecem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

28. Tem graduados de colégios jesuítas como professores de escolas.

 

 

 

 

 

29. Celebra a Eucaristia (uma heresia "blasfema" e "ofensiva aos céus". 4SOP 63.6).

 

 

 

 

 

 

 

 

30. Os líderes ensinam que Cristo estabelecerá o Seu Reino sobre a Terra por ocasião de Sua segunda vinda--"milênio temporal".

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

31. Imortalidade da alma.

 

 

 

 

 

 

 

32. Virgem Maria -- santa e sem pecado.

 

 

 

 

33. Tem freiras enclausuradas como obreiras na igreja.

 

 

34. Tem paróquias.

 

 

 

 

 

 

 

 

35. A igreja somente se interessa por dinheiro. Martinho Lutero disse: Em Roma ninguém se preocupa com o que é certo ou não é certo, mas com o que é dinheiro ou não é dinheiro. Chistian Nobility, junho de 1520. (W 6, 431--E 21, 310--SL 10, 300)

 

36. Para iniciar a santificação do domingo os agentes de Satanás começaram por celebrar a Páscoa.

 

 

 

 

 

 

37. O próximo passo para a santifição do domingo foi chamá-lo "Dia do Senhor" (ver 4SOP 55.8).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

38. Os serviços religiosos da igreja se realizam aos domingos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

39. Igreja apoia leis dominicais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

40. Uma imitação da verdadeira igreja, Sermão por Martinho Lutero, 9 de dezembro de 1528. (W 52, 829--E 4, 278f--SL 13b, 1632)

 

1. "O fato claro e inegável é que a Igreja Adventista do Sétimo Dia muito claramente não é uma igreja 'congregacional' (conquanto tendo elementos do congregacionalismo), mas obviamente é de uma variedade 'representativa' ou 'hierárquica'. The US vs the SDA Church in EEOC vs PPPA. civ. # 74-2025 CBR p. 4.8., Neal C. Wilson.

 

2. "Eu continuo maravilhando-me com a unidade de nossa igreja. . . . Penso que sempre continuaremos a ter a estrutura com a qual contamos presentemente . . . é difícil para mim conceber qualquer organização melhor do que a que temos. Tenho percebido que muitas pessoas com as quais converso - altos executivos no comércio e indústria e até mesmo chefes de Estado - se impressionam com a eficiência de nossa estrutura eclesiástica". Adventist Review, 23 jan. 1986, pp. 9-11. Neal C. Wilson.

"Nossa unidade desconcerta outras corporações religiosas de amplitude mundial". Recorder, 18 de fevereiro de 1985, p. 4.3.--Neal C. Wilson.

 

3. O presidente da Associação Geral, somente o é por usurpação. ("Deus nunca deu qualquer sugestão em Sua Palavra de que tenha apontado homem algum como cabeça da igreja". 4SOP 53.5).

". . . Há outra organização verdadeiramente católica e universal, a Igreja Adventista do Sétimo Dia". Adventist Review, 5 de março de 1981, p. 3. Neal C. Wilson.

 

 

 

4. "Vemos aqui que o princípio de responsabilidade de Aarão devia ser o de agir como mediador, como elo entre o santo e o profano, entre Deus e o homem. . . . De igual modo o ministro do evangelho hoje é o sumo sacerdote. . . . Hoje nós (ministros) somos os sumo-sacerdotes. . . . Deus quer que nós, Seus sumo-sacerdotes hoje aprendamos a mesma lição. . . . Que tremenda responsabilidade agir como mediadores entre Deus e o homem!" Ministry Magazine, dezembro de 1961.

 

5. O Pastor Robert H. Pierson é o presidente da Associação Geral e, como tal, o primeiro ministro da Igreja Adventista do Sétimo dia . . . eu próprio como primeiro ministro. . ." EEOC vs. PPPA, Civ. #74-2025 CBR, 1975.

 

6. "Que esses homens se levantem num sagrado lugar para serem a voz de Deus ao povo, como antes críamos ser a Associação Geral, o que é fato passado". Boletim da Associação Geral de 1901, p. 25.4. Sra. E. G. White.

 

7. "À semelhança da arca, a igreja ajudará a salvar o povo de Deus. . ."Adventist Review, 9 de agosto, 1984, p. 19.1.

 

 

8. Se deixardes a organização estareis perdidos.

 

 

9. ". . . o caso com a igreja laodiceana, como uma igreja, é diferente. As portas do inferno não prevalecerão contra ela. A última igreja não será vomitada; ela não será rejeitada; mas marchará triunfantemente até o fim".- Review and Herald, 9 de novembro de 1939. (Leitura da Semana de Oração)

". . . os laodiceanos são o povo de Deus, e a mensagem laodiceana se aplica aos adventistas do sétimo dia". Review and Herald, 26 de janeiro de 1956.

 

 

 

 

 

10. A organização adventista do sétimo dia nunca se arrependeu dos erros e rejeição da verdade de Deus desde 1865!

 

 

11. ". . . precisamos também rejeitar a idéia de inerrância bíblica. . ." Adventist Review, 17 de dezembro 1981, p. 5.3., Neal C. Wilson.

 

12. "A Associação Geral, então, é a Igreja Adventista

do Sétimo Dia. . . . A incorporação da Igreja Remanescente como uma denominação cristã, numa organização mundial unificada a que todos os adventistas do sétimo dia devem aliança espiritual. . ."EEOC vs PPPA, Civ. # 74-2025 CBR, p.17.5.

 

13. "Os padrões da igreja serão realçados nos próximos anos, porque 'estamos na encruzilhada nesta igreja', . . . para ver se susteremos os padrões da Escritura e do Espírito de Profecia. Nós no noroeste vamos nos apegar aos padrões da igreja". Adventist Review, 10 de agosto de 1985, p. 14.8.

"A liderança conduzirá em amor e compreensão, e os liderados apoiarão a liderança da igreja sem hesitação, conquanto necessariamente crítica de algumas decisões dos lideres". Adventist Review, 25 de outubro de 1979.

 

14. "A Comissão da Associação Geral é a mais alta autoridade na Igreja Adventista do Sétimo Dia. Todas as organizações e instituições que trazem o nome Adventista do Sétimo Dia tem um papel subsidiário à Associação Geral. . ."

"A razão básica para o conflito é que esses obreiros na igreja não se têm dispostos a reconhecer e aceitar a autoridade da igreja.

. . . é também necessário para a igreja estabelecer a sua autoridade na comunidade de crentes". EEOC vs PPPA, Adventist Review 27 de abril de 1980, p. 19.

"A voz de Battle Creek (sede da AG) que tem sido considerada como autoridade . . . não é mais a voz de Deus". Letter 4, (1896).

 

15. ". . .já temos um 'cardeal' da África, e antes que

esta sessão termine, prevejo que teremos dois 'cardeais' africanos entre nossos 15 vice-presidentes. . . não há nenhum 'cardeal' de todos os países do Oriente Médio, Review, 3 de julho (1985), p. 11.7.

NOTA: Uma vez que a Igreja Adventista tem 'cardeais' dentro da organização, então isso torna o presidente Neal Wilson o papa! E o papa é o representante de Satanás! (ver Primeiros Escritos, p. 214.1.

 

16. "No plano de reestruturação, os delegados também submeteram o seu poder à comissão executiva assembléia para eleger líderes das várias áreas dos ministérios da igreja e diretores de outros departamentos". Recorder, 16 de junho de 1986, p. 5.5. "Os delegados . . . submeteram à comissão executiva da assembléia poderes amplos. . ." Recorder, 5 de maio de 1986, p. 4.1.

 

17. ". . . a Associação Geral da Igreja, o único corpo

tendo autoridade para alterar a estrutura da igreja seja em doutrina ou organização".EEOC vs PPPA, Civ. #74-2025 CBR, p. 17.

 

 

 

18. "Somente uma comissão apontada pela Associação Geral pode interpretar profecia". Adventist Review, 5 de junho de 1986, p. 2.

NOTA: Nem mesmo a Sra. White pode interpretar profecia!

"Nenhuma verdade doutrinal ou interpretação profética jamais veio a este povo inicialmente mediante o Espírito de Profecia--nem um único caso" (ênfase do original). Ministry Magazine, fevereiro e 1957, p. 11.

 

 

19. "É nossa responsabilidade estudar as Escrituras por nós próprios, buscar a guia do Espírito Santo, submeter nosso entendimento àqueles na igreja que são capazes de julgar nossas descobertas, e então ajustar-nos às decisões da igreja. . ." Lição da Escola Sabatina Para 1987, lição 13, 28 de março, p. 92.5. Edição do Professor, p. 153.3.

 

20. "Incluídas em tais discussões têm sido relatados conceitos tais como a natureza de Cristo, natureza do homem, natureza do pecado, perfeição, e o ser possível ou não para um Cristão viver uma vida sem pecado. Em nossa opinião essas . . . questões teológicas e bíblicas não carecem de ser resolvidas. . . Solicitamos evitar envolver-nos em apresentações públicas da . . . teologia de justificação pela fé. . . Devíamos todos buscar diminuir o fluxo de cassetes, brochuras, livros, e documentos variados. . . Isto deu fim à discussão pois a voz da autoridade mais elevada falou". Adventist Review, 24/5/1979, pp. 4-5. "An Open Letter to the Church" [Uma Carta Aberta à Igreja], por Neal C. Wilson.

 

21. "Fiquei grandemente perturbado ao ler o relatório do presidente Neal Wilson na Adventist Review de 24 de março de 1983, notificando a igreja da decisão da liderança da Associação Geral em não publicar os nomes dos envolvidos com Davenport, revelando os seus atos de malversação enquanto em exercício. .

 

22. Como alguém que se especializa em processar casos de corrupção oficial, estou chocado de que os líderes de nossa igreja minimizem dessa forma a conduta errada de seus oficiais associados para proteger sua conduta do

público adventista. . . que não é informado de como sua

confiança pública tem sido comprometida e traída". Carta de Glenn Coe, Promotor Chefe, ao editor da Review, 11 de abril de 1983.

 

23. ". . . O IRS, SEC, FBI e Departamento de Justiça todos iniciaram investigações e alguns administradores adventistas do sétimo dia poderão até defrontar processo por fraude". The Kingdom of Cults [O Império dos Cultos], p. 410.3., por Walter Martin.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

24. "Pergunta: Que diz a respeito dos 1.400 húngaros que foram eliminados por protestarem contra o fato de a Igreja ter-se associado ao Conselho de Igrejas Livres? N. Wilson: Uma boa pergunta. . . Os membros desse grupo não reconhecem nenhuma autoridade mundial na Igreja. . . . Nós recomendamos ao grupo dissidente que reconhecesse a organização da Igreja a nível mundial, colocar suas igrejas na Igreja universal". Recorder, 18 de fevereiro de 1985, p. 4.2.Q. & A. com Neal C. Wilson.

 

25. ". . . a posição do grupo majoritário da liderança

que está determinado a colocar freios sobre quaisquer membros que busquem defender posições divergentes daquela da liderança denominacional responsável". Letters to the Churches, p. 16.7, por M. L. Andreasen.

"Meus irmãos e irmãs, desejo que seja levada desta reunião a palavra de que alguns de nós estamos cansados de críticas e com aqueles que suspiram e gemem pelas abominações. . ." Adventist Review, 13 de dezembro de 1979, p. 6.2. Neal C. Wilson.

NOTA: O selo de Deus será colocado sobre a testa

somente daqueles que suspiram e gemem pelas abominações. . ." Testimonies, vol. 5, p. 212.6. (ver também 3T 267.5/ Ezeq. 9:4).

M. L. Andreasen teve sua pensão de aposentadoria revogada pela denominação por abertamente protestar contra o livro Questions on Doctrines que nega muitas de nossas verdadeiras doutrinas adventistas do sétimo dia.

1.400 adventistas do sétimo dia húngaros foram desligados da Igreja Adventista do Sétimo Dia por protestarem abertamente contra a igreja ter-se associado ao Conselho de Igreja Livres.

Em 21 de dezembro de 1985, o irmão Nikola foi fisicamente atacado por adventistas do sétimo dia e seus pregadores na igreja de Zagreb (Iugoslávia) e bateram-lhe tanto que ele agora está hospitalizado. . . . Os

pregadores Jovica Posavec, Kuburic. . . Markov. . . e outros o atacaram e puxaram para fora da igreja. . . os líderes e pregadores estavam irados porque Nikola não reconhece sua doutrina, mas vem à igreja . . . ele foi atacado na Igreja Adventista perto de Prilz 77 em Zagreb. Carta de Irmão Ivan, na Iugoslavia, 1985.

 

26. "Cinco adventistas do sétimo dia foram presos na

rampa de pedestres que conduz do Superdome ao protestarem contra a corrupção na igreja. Hyatt Regency Hotel na quinta-feira à noite enquanto protestavam contra declarações feitas pelos delegados russos durante uma conven­ção religiosa. . . . Os que protestavam estavam todos assistindo à Assembléia da Associação Geral em New Orleans . . . (e) buscavam um fórum durante a assembléia para expressarem sua oposição à declaração do delegado russo, mas foram impedidos por Neal Wilson, de Washington, D.C., presidente da Associação Geral dos Adventistas do Sétimo Dia". The Times-Picayune, sexta-feira, 5 de julho de 1985, p. A-25. "Hanson, falando pelo grupo, disse que as prisões foram usadas para desacreditar o seu protesto contra a relação dos líderes de sua igreja com os países comunistas". The Times-Picayune, sábado, 11 de janeiro de 1986, p. A-22.

 

27. Os 1400 adventistas do sétimo dia húngaros foram desligados da comunhão da igreja em 1983 tendo estado se reunindo separadamente das igrejas organizacionais em liberdade até que Neal Wilson visitou os governantes do Estado húngaro em junho de 1986. O relatório é o que se segue:

"No final de junho de 1986, o Pastor Neal C. Wilson, presidente da Associação Geral, foi de novo a Budapeste, Hungria. . . . Reuniões foram mantidas . . . com o governo húngaro. . . . Na segunda-feira seguinte à da partida do Pastor Wilson de Budapest, Oszkar Egervari (líder dos membros desligados) foi convocado a comparecer ao Escritório Governamental de Religiões. . . e lhe disseram quatro coisas: deviam parar com todas as reuniões. Nenhuma reunião religiosa poderia ser realizada. Não podiam mais receber ofertas e realizar seus deveres religiosos. Não mais reuniões campais ou de jovens deviam ser realizadas. Certas pessoas seriam tidas por responsáveis se esses pontos não fossem seguidos. . . . Mais de mil adventistas do sétimo dia não mais podem adorar a Deus juntos em resultado da última visita do Pastor Wilson a Budapest". Pilgrim's Rest Tract, WM-140, julho de 1986.

 

28. "O Sr. Samuel Bacchiocchi, o primeiro não-católico a graduar-se pela Universidade Gregoriana, em Roma, Itália, promoverá um Seminário do Dia do Senhor. . . a Pontifícia Universidade Gregoriana, reputada universidade jesuíta. Bacchiocchi recebeu uma medalha de ouro doada pelo Papa Paulo VI. . ." Recorder, 17 de março de 1986, pp. 17-18.

NOTA: Ele é um professor de nossos futuros ministros na Universidade Andrews.

 

29. Em Lima, Peru, em janeiro de 1982 mais de 100 teólogos reuniram-se para discutir unidade de doutrina com respeito a batismo, eucaristia, e ministério. Eles todos recomendaram unanimemente" uma declaração de consenso sobre essas doutrinas para a "resposta oficial das igrejas". Estavam representadas virtualmente todas as princi­pais tradições eclesiásticas: Ortodoxa Oriental, Ortodoxa Ocidental, Católica Romana, Velhos Católicos, Luterana, Anglicana, Reformada, Metodista, Unida, Discípulos, Batista, Adventista e Pentecostal". Faith and Order Paper, # 11, contracapa externa.

"Barraca do Staff adventista do sétimo dia no Congresso

Eucarístico". Adventist Review, 6 de fevereiro de 1986, p. 29.4.

 

30. "As condições mundiais são precisamente o que Ele

(Jesus) declarou que seria pouco antes de Seu segundo advento. . . . No futuro não muito distante Ele assumirá o governo de nosso mundo e estabelecerá Seu próprio Reino de justiça e paz. . . . Vem, ó homem de que mais o mundo carece! . . . Vem e assume o governo da humanidade! Vem e começa o teu reino de justiça e paz! . . . 'Ora vem, Senhor Jesus!'" Man the World Needs Most, [O Homem de que o Mundo Mais Precisa], pp. 76,93,96, por Arthur S. Maxwell.

 

"Cremos que em breve Jesus virá a este mundo e instalará o Seu Reino de paz, alegria e justiça". Adventist Review, 13 de dezembro de 1979, p. 6.4., Neal C. Wilson.

". . . o estabelecimento do reino literal de Deus iniciado

pela gloriosa segunda vinda de Jesus Cristo". Ministry Magazine, novembro de 1983, p. 24.

"Assim anteciparemos o estabelecimento do divino reino de paz quando do segundo advento de nosso Senhor e Salvador, que é o Príncipe da Paz". Adventist Review, 5 de dezembro de 1985, p. 19.9.

 

31. A Bíblia declara que a alma que pecar, morrerá (Eze. 18:20). Mas nossos líderes estão ensinando que não podemos guardar a lei de Deus perfeitamente - sem pecar - e que Deus nos levará para o céu do mesmo modo. Isso é imortalidade da alma!

"Jamais atingiremos a perfeição sem pecado nesta vida". Review and Herald, 19 de maio de 1966.

"Devemos nos lembrar que somente quando Jesus vier podemos ser feitos perfeitos" Ministry Magazine, dezembro de 1965.

 

32. Nossos líderes ensinam que Cristo "assumiu a natureza de Adão antes da queda". (Movement of Destiny [Movimento Predestinado], p. 497, por Leroy Froom). Isso equivale a dizer que Maria tinha que ser santa a fim de que Cristo tivesse a natureza de Adão sem pecado!

 

33. "Os que trabalham para a Igreja como obreiras na

Igreja Adventista do Sétimo Dia respondem a uma vocação religiosa em exatamente o mesmo sentido que uma freira enclausurada".EEOC vs PPPA, Civ. # 74-2025 CBR, p. 90.1.

 

34. "A ceia de confraternização será servido a nossos visitantes após o culto. . . As paróquias 1 e 11 são vossas anfitriãs hoje... Na próxima semana a Paróquia 2 (incluindo todos os membros que vivem a norte de Wagstaff e sul da intersecção de Skyway e Pentz). Paradise, Cal., Boletim da Igreja Adventista do Sétimo Dia, 23 de agosto de 1986.

A igreja de Carmichael, Califórnia, tem 16 paróquias!

Boletim da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Carmichael, 27 de setembro de 1986.

 

35. A Organização Adventista do Sétimo Dia aumentou sua membresia em mais de 1.1 milhão de pessoas rebaixando nossos verdadeiros padrões até o pó mediante as campanhas "Mil Dias de Colheita" e agora "Colheita 90" para aumentar o fluxo monetário para o tesouro da igreja.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

36. Cultos de Páscoa realizados por igrejas Adventistas do Sétimo Dia à larga! Igreja Adventista do Sétimo Dia de Elmshaven, Califórnia. Recorder, 16 de junho de 1986, p. 21.1.

Igreja Adventista do Sétimo Dia de Riverside, Califórnia. Recorder, 19 de maio de 1986, p. 22.9.

Igreja Adventista do Sétimo Dia Mt. Tabor, do Oregon.

Gleaner, 7 de julho de 1986, p. 24.9.

Igreja Adventista do Sétimo Dia Riverview Pasco,

Washington. Gleaner, 19 de maio de 1986, p. 13.9.

Igreja Adventista do Sétimo Dia Jordan, de Montana.

Gleaner, 16 de junho de 1986, p. 18.9.

 

37. Samuele Bacchiocchi realiza seminários do "Dia do Senhor" por igrejas adventistas do sétimo dia no território de associações, mas a que dia está ele chamando de Dia do Senhor? Em seu livro From Sabbath to Sunday [Do Sábado para o Domingo] o "Dia do Senhor" é mencionado como sendo o domingo mais de 51 vezes somente nas primeiras 160 páginas! Contudo, esse livro é promovido por nossos líderes como uma obra extraordinária. Os escritos da Sra. White declaram sem sombra de dúvida que o "Dia do Senhor" é o sábado do sétimo dia! (ver 6T 128.5). Mas qual é a posição de nossa igreja? ". . . a frase 'o dia do Senhor' em Apoc. 1:10. . . . Mais atenção devia ser dada à possibilidade de que a frase se refere a uma celebração anual da ressurreição". O que vem a ser o domingo de Páscoa! The Sabbath in Scripture and History [O Sábado na Escritura e na História], p. 127.9. Review and Herald Pub. Assoc., 1982.

 

38. "No domingo, 19 de maio, nossa igreja mais antiga da Nova Zelândia, em Posonby, foi escolhida como objeto de um culto religioso pela televisão para todo o país - um dos somente seis cultos tais na Nova Zelândia em 1985. Esta será a ocasião da visita do Pastor Neal Wilson. . ." Australian Record, 13 de abril de 1985, p. 16.5.

"No próximo domingo, 12 de janeiro às 4 horas da tarde, nossa igreja (Igreja Adventista de Watsonville, Califórnia) será anfitriã do culto que lança a 'Semana de Oração Pela Unidade Cristã". Muitos ministros das igrejas da cidade serão nossos convidados, bem como muitos de seus membros. Esperamos que muitos de vocês possam vir". Boletim da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Watsonville, 4 de janeiro de 1986. "Boas notícias adventistas para a Páscoa--pela primeira vez na história denominacional uma rede de televisão - CBS - transmitirá um culto no domingo de Páscoa de uma Igreja Adventista do Sétimo Dia. O programa 'Festival de Esperança' terá por base a Igreja Adventista Camarillo, Califórnia. . . A WCBS, da cidade de Nova Iorque, transmitirá o culto neste domingo às 11 horas da manhã . . . bem como as estações filiadas da CBS em Roanoke, Boston, Tampa, Bismark, Minot, Madison, Williston, Cincinate, Champaign, San Antonio, Columbus, Huntsville, St. Louis, La Crosse e Tuscaloosa.

Umas 20 estações afiliadas levarão ao ar o programa. . ." Boletim Semanal de Relações com a Imprensa da Associação Geral, primavera de 1984.

 

39. W. John Arthur - Vice-Presidente da União Britânica dos Adventistas do Sétimo Dia - escreveu duas cartas: uma para a Primeira Ministra Margareth Thatcher (com data de 27 de março de 1986), e para o Secretário Geral da Aliança Evangélica Clive R. Calver (em 27 de fevereiro de 1986) dizendo que estava dando "apoio adventista aos que se opunham à proposta rejeição das leis dominicais de comércio britânicas. . . . O pastor Arthur foi indagado se qualquer dos líderes de campo que ele havia consultado se opusera ao envio das cartas. Sua resposta foi não, não tinha havido oposição nenhuma; toda reação que recebera tinha sido favorável". Prism, maio, 1986, p. 6, 12 (ambas as cartas no artigo).

 

40. Indique uma área em que a Organização Adventista do Sétimo Dia está seguindo o conselho do Senhor.

 

- Educação? Não!

- Hospitais? Não!

- Reforma de Saúde? Não!

- Obra de Publicações? Não!

- Organização e Estrutura Eclesiásticas? Não!!

E etc. Portanto, uma imitação da verdadeira igreja.

 

- A Sra. White viu que a Igreja Adventista do Sétimo Dia era a exata imagem do catolicismo romano?

"Naquela noite eu sonhei que estava em Battle Creek olhando para fora através do vidro lateral da porta e vi um grupo marchando até o edifício de dois em dois. Eles tinham um semblante severo e determinado. Eu os conhecia bem e e volvi-me para abrir a porta de entrada para recebê-los, mas pensei em olhar novamente. A cena havia mudado. O grupo agora apresentava a aparência de uma procissão católica. Um trazia na mão uma cruz, outro uma vara. Ao se aproximarem, o que trazia a vara fez um círculo ao redor da casa, dizendo três vezes: 'Esta casa está proscrita. Os bens devem ser confiscados. Eles falaram contra nossa santa ordem". Testimonies, vol. 1, p. 578.1.

 

- Acaso o presidente da Associação Geral Adventista do Sétimo Dia, Neal C. Wilson concorda com isso 100%?

". . . há uma outra organização verdadeiramente católica e universal, a Igreja Adventista do Sétimo Dia". Adventist Review, 5 de março de 1981, p. 3.9.Neal C. Wilson.

A organização da Igreja Adventista do Sétimo Dia tornou-se a imagem da besta, e o destino eterno de cada adventista depende de sua relação com essa imagem!

 

- Há alguma maneira pela qual tentar mudar o que está acontecendo? Como os membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia podem tentar fazer ocorrer um reavivamento e reforma? O que fez Jesus? Declara ela:

"O Sinédrio havia rejeitado a mensagem de Cristo e tinha decidido a morte Dele; portanto, Jesus partiu de Jerusalém, dos sacerdotes, do templo, dos líderes religiosos, do povo que havia sido instruído na lei, e volveu-se a outra classe para proclamar Sua mensagem, e reunir os que deveriam levar o evangelho a todas as nações". O Desejado de Todas as Nações, p. 232.

 

- O que fez Paulo? Declara ela:

"Como era seu costume, Paulo havia começado sua obra em Éfeso pregando na sinagoga dos judeus. . . . Ao persistirem em sua rejeição do evangelho, o apóstolo cessou de pregar na sinagoga. . . . Evidência suficiente havia sido apresentada para convencer todos quantos honestamente desejassem conhecer a verdade. Mas muitos permitiam-se ser controlados pelo preconceito e descrença, e recusavam submeter-se à evidência mais conclusiva. Temendo que a fé dos crentes seria posta em perigo por contínua associação com esses opositores da verdade, Paulo separou-se deles e reuniu os discípulos num corpo distinto, prosseguindo com suas instruções públicas. . ."

Atos dos Apóstolos, pp. 285-286.

 

- O que fez a igreja apostólica primitiva? Declara ela:

"Requereu-se uma intensa luta dos que queriam permanecer fiéis permanecer firmes contra os enganos e abominações que estavam disfarçadas em vestes sacerdotais e introduzidas na igreja. . . . Após um longo e severo conflito, os poucos fiéis decidiram dissolver toda união com a igreja apóstata se ela ainda recusasse livrar-se da falsidade e idolatria. Viram que a separação era uma absoluta necessidade se eles obedecessem à Palavra de Deus. Eles não ousavam tolerar erros fatais a suas próprias almas. . . Para assegurar paz e unidade, estavam prontos a fazer qualquer concessão coerente com fidelidade a Deus; mas sentiam que mesmo a paz seria adquirida a preço por demais elevado ao sacrifício do princípio. Se a unidade pudesse ser assegurada somente por compromisso com a verdade e a justiça, então que haja diferença, ou mesmo guerra". Spirit of Prophecy, vol. 4, p. 46.2.

 

- O que fizeram os reformadores? "Os homens cuja pregação causou a reforma poderiam ter dito tudo quanto disseram, e mais, em denúncia à iniquidade da igreja. . . e ainda poderiam ter permanecido em comunhão com aquela igreja, todos os seus dias: se eles tivessem ainda mantido que a igreja era a verdadeira igreja, e tivessem permanecido em conformidade com ela. . . . Mas tão logo se levantaram homens com a coragem da convicção e da confiança na verdade e falaram plena e diretamente que o sistema romano não era a Igreja de modo algum, em qualquer aspecto ou em qualquer sentido, então a Reforma teve início". Lessons from the Reformation, pp. 67-69, por A. T. Jones.

 

- O que os crentes dos primórdios do movimento adventista fizeram?

"Quando as igrejas rejeitaram o conselho de Deus por rejeitar a mensagem adventista, o Senhor as rejeitou. . . . e o resultado, cerca de cinqüenta mil se retiraram dessas igrejas". Spirit of Prophecy, vol. 4, p. 232.5.

 

- O que a Sra. White fez, com respeito à crescente apostasia na Igreja Adventista do Sétimo Dia?

". . .tenho muito pouca confiança de que o Senhor está dando a esses homens em posições de responsabilidade visão espiritual e discernimento celestial. Sinto-me dominada pela perplexidade a respeito de seu curso de ação; e desejo dedicar-me a minha obra especial, não tendo parte em qualquer de seus concílios, e não assistir a reuniões campais que sejam perto ou longe. Minha mente não será arrastada para a confusão pela tendência que eles manifestam em obrar diretamente de forma contrária à luz que Deus me tem dado. Estou decidida. Preservarei minha inteligência dada por Deus.

"A minha voz tem sido ouvida em diferentes Associações, e em reuniões campais. Agora preciso fazer uma mudança. . . . Deixa-los-ei, portanto, a receberem palavra da Bíblia. . . Eu tenho pena deles, mas . . . não são trazidos para mais perto de ações corretas pelo que eu digo do que se a palavra nunca houvesse sido falada. . . . Esta é a luz que me foi dada, e não me desviarei dela". Letter W-186, 2 de dezembro de 1902, de Elmshaven, Sanitarium, Cal. para Edson e Willie White, pp. 4-5.

 

- O que fareis? Vosso destino eterno depende de vossa decisão!

"Segundo a luz e vida dos homens foram rejeitadas pelas autoridades eclesiásticas nos dias de Cristo, assim tem sido rejeitada em todas as gerações sucessivas. Vez após vez a história da retirada de Cristo da Judéia tem-se repetido. Quando os reformadores pregaram a Palavra de Deus, eles não tinham pensamento de se separarem da igreja estabelecida; mas os líderes religiosos não tolerariam a luz, e aqueles que a portavam foram forçados a buscar outra classe, dos que estavam ansiando pela verdade. Em nosso tempo poucos dos professos seguidores dos Reformadores estão movidos pelo espírito deles. Poucos estão ouvindo a voz de Deus, e prontos para aceitarem a verdade seja da maneira que se apresente. Freqüentemente aqueles que seguem os passos dos reformadores são forçados a desviar-se das igrejas que amam, a fim de declararem o claro ensino da Palavra de Deus. E muitas vezes os que estão buscando por luz são pelo mesmo ensino obrigados a deixar a igreja de seus pais, para que possam prestar obediência". O Desejado de Todas as Nações, p. 232.

 

Apêndice E - Adoração do Domingo

"Diz o grande enganador . . . 'o sábado é a grande questão que decidirá o destino das almas. Devemos exaltar o sábado de nossa criação. Temos feito com que seja aceito tanto pelos mundanos como pelos membros da igreja; agora a igreja precisa ser levada a unir-se ao mundo em seu apoio . . . deixar de lado a razão e o temor a Deus, e seguir o costume e a tradição". Spirit of Prophecy, vol. 4, pp. 337-338 (O Grande Conflito original de 1884).

NOTA--Trecho eliminado do moderno Grande Conflito.

"É plano de Satanás enfraquecer a fé do povo de Deus nos Testemunhos1. Em seguida segue-se o ceticismo com respeito a pontos vitais de nossa fé, os pilares de nossa posição2, e então dúvida quanto às Escrituras Sagradas, e então segue-se a marcha descendente para a perdição. Quando os Testemunhos, em que antes se criam, são postos em dúvida e a eles se renuncia3, Satanás sabe que os enganados não se deterão nisso; e ele desdobra os seus esforços até lançá-los em aberta rebelião, que se torna incurável e termina em destruição". Testimonies, vol. 4, p. 211.4.

". . . aqueles cujos corações não foram partidos por caírem sobre a rocha Cristo Jesus, não verão nem compreenderão o que é a verdade. Eles aceitarão o que agrada suas idéias, e começarão a fabricar outro fundamento além do que foi estabelecido4. Eles se gloriarão em sua própria vaidade e estima, pensando que são capazes de remover os pilares de nossa fé, e substituí-los com pilares que inventaram5. Isso continuará a ser assim enquanto dure o tempo". Manuscrito 28, 1890. Mensagens Escolhidas, Livro 2, p. 389.3.

"O inimigo das almas tem buscado introduzir a suposição de que uma grande reforma deveria ter lugar entre os adventistas do sétimo dia, e que essa reforma consistiria em renunciar às doutrinas que jazem como pilares de nossa fé, e engajar-se num processo de reorganização. Caso essa reforma devesse ter lugar, qual seria o resultado? . . . O seu fundamento seria edificado sobre a areia, e a tempestade e a tormenta arrasariam a estrutura". Special Testimonies, Série B, # 7, pp. 39- 40. Outubro de 1903.

"Demasiado tarde eles vêem a verdadeira natureza de seu sábado espúrio, e o fundamento de areia sobre que têm estado edificando". Spirit of Prophecy, vol. 4, pp. 457-458.

"Após a verdade ter sido proclamada como testemunho a todas as nações, num tempo em que todo poder concebível do mal é posto em operação, quando as mentes estão confusas pelas muitas vozes clamando: 'Eis aqui o Cristo', 'Ei-lo ali', 'Esta é a verdade', 'Eu tenho uma mensagem de Deus', 'Ele me mandou grande luz', e há uma remoção dos marcos e uma tentativa de derribar os pilares de nossa fé--então um esforço mais decidido é feito para exaltar o falso sábado, e lançar o desprezo sobre o próprio Deus por suplantar o dia que Ele abençoou e santificou". Letter 1f, (1890). Mensagens Escolhidas, Livro 3, p. 406.5.

"Nenhum concílio de homens pode com segurança remover os princípios de Deus, e estabelecer os seus próprios. . ." Testemunhos Para Ministros, p. 384.8

"Quando os homens se desviam dos princípios da verdade, eles sempre traem os depósitos sagrados". Manuscrito 154, 22 de novembro de 1898. Man. Release é 454, p. 13.2.

"Foi-me dito que os homens empregarão toda artimanha para tornar menos destacada a diferença entre a fé dos adventistas do sétimo dia e a dos que observam o primeiro dia da semana. . . . Este não é tempo para ocultar as nossas cores.

"Um grupo foi apresentado perante mim sob o nome de adventistas do sétimo dia, que aconselhava que a bandeira do sinal6 que nos torna um povo distinto não deveria ser mantido tão marcantemente; pois reivindicavam que não era a melhor política para conseguir sucesso para as nossas instituições. . . . Mas o sábado do Senhor teu Deus é um sinal para revelar a diferença entre o obediente e o desobediente. Vi alguns estendendo as mãos para remover a bandeira, e obscurecer o seu significado". Manuscrito 15, (1896). Mensagens Escolhidas, Livro 2, p. 385.4.

"As pessoas do mundo tentarão induzir-nos a suavizar nossa mensagem, suprimir um de seus aspectos mais distintos. Dizem: 'Por que vocês em seus ensinos dão tanta importância ao sábado do sétimo dia? Isso parece ser sempre lançado sobre nós; poderíamos harmonizar-nos convosco se não falassem tanto sobre este ponto. . . . E tem havido uma disposição de parte de alguns de nossos obreiros para adotar essa política". Manuscript 16, (1890). Counsels to Writers and Editors, p. 94.4.

"Satanás está buscando conduzir homens em posições de confiança para buscarem a regeneração do mundo segundo planos de sua própria criação. Esses homens desejam ser reformadores, mas fracassam porque não trabalham nas linhas de Cristo". Letter 121, 15 de março de 1905. Upward Look, p. 88.8.

". . . tem havido por anos, em igrejas da fé protestante, um forte e crescente sentimento em favor de uma união baseada sobre pontos comuns de doutrina. A fim de assegurar tal união, a discussão de assuntos sobre os quais todos não estavam concordes--conquanto importantes fossem do ponto de vista bíblico--devem ser necessariamente evitados". O Conflito dos Séculos, p. 444.7.

"Todos quantos negligenciam a Palavra de Deus para estudarem conveniência e política, a fim de não estarem em desacordo com o mundo, serão deixados para receberem heresia perniciosa em lugar da verdade religiosa". Spirit of Prophecy, vol. 4, p. 346.8.

". . . votados planos departamentais . . . para criar uma imagem pública . . . colocar a salvação ao alcance das multidões . . . realçando as verdades não controvertidas compartilhadas com toda a Cristandade"7. Review and Herald, 18 de dezembro de 1969. Voto do Concílio Outonal da Associação Geral.

"Agora e sempre devemos nos apresentar como um povo distinto e peculiar, livres de toda política mundana, sem envolvimento com a confederação daqueles que não têm sabedoria para discernir as reivindicações de Deus, tão plenamente estabelecidas em Sua lei. . . . Temos sido grandemente humilhados como um povo pelo curso de ação que alguns de nossos irmãos em posições de responsabilidade têm assumido ao se desviarem dos velhos marcos. Há aqueles que a fim de levarem a efeito os seus planos têm por suas palavras negado a sua fé.

Como nunca antes, precisamos ver o perigo de sermos desviados desprevenidamente da lealdade aos mandamentos de Deus. . . . Que o nosso povo se acautele de diminuir a importância do sábado, a fim de ligar-se aos descrentes. Acautelem-se de desviar-se dos princípios de nossa fé fazendo com que pareça que não é errado conformar-se com o mundo. Que temam dar ouvidos a qualquer conselho do homem, seja qual for a sua posição8, que age contra aquilo que Deus tem operado a fim de guardar o Seu povo do mundo". Letter to the Comittee of the General Association [Carta à Comissão da Associação Geral], 6 de julho de 1902. Battle Creek Letters [Cartas de Battle Creek], pp. 52-53.

". . . representações de coisas existentes no tempo presente têm passado perante mim. Tenho visto homens que foram colocados em posições de confiança como sentinelas, moldando e adaptando a obra em suas associações e instituições segundo a política mundana, que Deus condena"9. Special Testimonies, Série B, a2, p. 24.5. Junho, 1904.

"Nada neste mundo é tão caro ao coração de Deus como a Sua igreja. Ele observa cada ação dos membros. Não é Sua vontade que política mundana corrompa o seu registro como um representante do Céu. Nada ofende tanto o coração de Cristo como o dano causado àqueles para os quais morreu para salvar. O Seu coração de amor é ofendido quando o coxo é desviado do caminho devido aos tortuosos caminhos feitos por outros". Review and Herald, vol. 5, p. 385.9. 9 de janeiro de 1908.

"Na observância do domingo os mandamentos dos homens são tornados supremos. A autoridade humana10 e as pretensões da igreja são apresentadas como a Palavra de Deus, à qual todos devem inclinar-se. Caso o fizéssemos, seríamos co-obreiros do homem do pecado, que ensinou a mudar os tempos e as leis, e que exaltou-se acima de Deus e de tudo que está escrito na Palavra de Deus". Letter 8, (1895). Manuscript Release # 1002, p. 11.1.

"Há necessidade de uma reforma do sábado entre nós, que professamos observar o santo dia de repouso de Deus. . . . O Senhor tem uma controvérsia11 com o Seu professo povo nestes últimos dias. Nessa controvérsia os homens em posições de responsabilidade seguirão um rumo diretamente oposto àquele seguido por Neemias. Eles não somente ignorarão e desprezarão o sábado, mas tentarão impedir outros de observá-lo sepultando-o sob o refugo do costume e tradição. Em igrejas e em grandes reuniões ao ar livre, ministros insistirão com o povo quanto à necessidade de observar o primeiro dia da semana". Review and Herald, vol. 1, p. 405.8. 18 de março de 1884.

"Homens em posições de responsabilidade não somente ignorarão e desprezarão o sábado, mas do púlpito sagrado insistirão com as pessoas quanto à observância do primeiro dia da semana, apelando à tradição e ao costume em benefício dessa instituição de feitura humana". Southern Watchman, 28 de junho de 1904.

"Há um espírito de mundanismo em operação na igreja, que está se valendo de toda oportunidade para tornar nula a lei de Deus. . ." Sobre as Visões de Ezequiel, 4 de julho, 1906. Brisbin Book, p. 28.8.

"Quando a lei de Deus está sendo tornada sem valor, quando o Seu nome é desonrado, quando é considerado desleal às leis da terra observar o sétimo dia como o sábado, quando lobos em vestes de cordeiro, mediante a cegueira da mente e a dureza de coração, estão buscando compelir a consciência12, renunciaremos a nossa lealdade a Deus13? Não, não . . . . O zelo daqueles que obedecem ao Senhor será aumentado segundo o mundo e a igreja se unam para tornar sem valor a lei"14. Manuscrito 15, 1896). Manuscript Release # 1010, p. 13.5.

"Cristo fala da igreja sobre a qual Satanás preside como a sinagoga de Satanás. Os seus membros são filhos da desobediência. Eles são os que escolhem o pecado, que se empenham para tornar sem valor a santa lei de Deus". Review and Herald, vol. 4, p. 243.6. 4 de dezembro de 1900.

"Pensais que aqueles que adoram perante os pés de Satanás (a sinagoga de Satanás que declaram que são judeus e não o são, mas mentem . . . Apocalipse 3:9), serão finalmente salvos. Aqui devo discordar de vós; pois Deus me mostrou que essa classe era de professos adventistas que tropeçaram, e 'crucificaram para si mesmos o Filho de Deus novamente, e O puseram em aberta vergonha'". A Word to the Little Flock [Uma Palavra ao Pequeno Rebanho], p. 12.4. 12 de abril de 1847.

"Aqueles que rejeitam a lei de Deus crucificam novamente o Filho de Deus. . . . A eles será dito, 'nunca vos conheci: apartai-vos de Mim'"15. Review and Herald, vol. 4, pp. 148-149, 30 de janeiro de 1900.

"Quando aqueles que têm tido abundância de luz lançam de si a restrição que a Palavra de Deus impõe e tornam nula a Sua lei, outros vêm ocupar os seus lugares e tomam as suas coroas"16. Review and Herald, vol. 3, p. 473.6. 15 de junho de 1897.

"O inimigo sabe que se a igreja pode ser controlada por determinações políticasA, se ela pode ser levada a se unir ao mundoB, virtualmente reconhece-o como o seu cabeça. Então a autoridade dos mandamentos de feitura humana operarão para opor a regra do governo do Céu. Sob a liderança de Satanás, os homens porão de lado as justas, santos ordenanças de Deus com respeito ao sábado". - Signs of the Times, vol. 4, p. 77.6. 22 de novembro de 1899.

A. "Temos chegado a um tempo em que a sagrada obra de Deus é representada pelos pés da imagem em que o ferro estava misturado com o barro de oleiro. . . . A mistura dos assuntos eclesiásticos com os do Estado é representada pelo ferro e o barro. Essa união está enfraquecendo todo o poder das igrejas. Investir assim a igreja com o poder do Estado trará mau resultados. Os homens têm quase passado do ponto de perdão. Investiram o seu poder em política, e se uniram ao papado". Manuscrito 63, (1899). S.D.A. Bible Commentary, vol. 4, pp. 1168-1169.

B. "Os professos seguidores de Cristo não mais são um povo separado e peculiar. A linha de demarcação é indistinta. As pessoas estão se subordinando ao mundo, suas práticas, seus costumes, seu egoísmo. A igreja foi ao mundo na transgressão da lei, quando o mundo deveria vir à igreja em obediência à lei. Diariamente a igreja está se convertendo ao mundo". Parábolas de Jesus, pp. 315-316 (1900).

"A igreja admitiu o mundo em sua comunhão, e tem dedicado suas afeições aos inimigos da santidade. A igreja e o mundo estão sobre o mesmo terreno em transgressão da lei de Deus. A igreja prefere assimilar o mundo, em lugar de separar-se de seus costumes e vaidades". Manuscrito 44, p. 19 (1900).

". . . e disse-me: Viste, filho do homem? verás ainda abominações maiores do que estas. E levou-me para o átrio interior da casa do Senhor, e eis que estavam à entrada do templo do Senhor, entre o pórtico e o altar, cerca de vinte e cinco homens, de costas para o templo do Senhor, e com os rostos para o Oriente; e eles adoravam o sol virados para o Oriente".19 Ezequiel 8:15-16.

 

"A comissão executiva desta assembléia terá o número de 25. . ." Boletim da Associação Geral dos Adventistas do Sétimo Dia de 1901, p. 379, col. 1, par. 2, sec. 1, art. 4.

"Homens ímpios e a igreja se harmonizam nesse ódio contra a lei de Deus, e então a crise vem"20. Review and Herald, vol. 3, p. 473.8, 15 de junho de 1897.

"A Palavra de Deus claramente afirma que Sua lei será desprezada e espezinhada pelo mundo; haverá uma extraordinária supremacia da iniqüidade. O professo mundo cristão formará uma confederação com o homem do pecado, e a igreja e o mundo estarão em corrupta harmonia"21. Letter B3, p. 4 (1890).

"Aqueles que se estão unindo com o mundo estão recebendo o molde mundano e preparando-se para a marca da besta"22. Testimonies, vol. 5, p. 216.4.

"Não está distante o tempo em que a prova virá para cada alma. A marca da besta será instada sobre nós. Aqueles que, passo a passo, submeteram-se às exigências mundanas e se conformaram com os costumes mundanos23 não acharão difícil submeter-se às autoridades superiores, antes que se sujeitarem ao desprezo, insultos, ameaça de prisão e morte. A disputa é entre os mandamentos de Deus e os mandamentos dos homens. Neste tempo, o ouro será separado da escória na igreja. . . . A voz da fiel sentinela será ouvida: 'Saí do meio dela, não toqueis nada imundo; saí do meio dela; sede puros vós que levais os vasos do Senhor. A igreja não pode medir-se pelo mundo, nem pela opinião dos homens, nem pelo que outrora foi. . . . A igreja será pesada nas balanças do santuário. Se o seu caráter moral e estado espiritual não corresponderem ao benefícios e bênçãos que Deus lhe tem conferido, ela será achada em falta". Testimonies, vol. 5, pp. 81-83.

"Foi-me então mostrada uma companhia que gemia em agonia. Sobre suas vestes estava escrito em grandes caracteres: 'Pesado fostes na balança e achado em falta'. Perguntei que grupo era aquele. O anjo disse: 'Esses são os que outrora observaram o sábado e a ele renunciaram". Primeiros Escritos, p. 37.3

"Minha alma está muito triste ao ver quão rapidamente alguns que tinham desfrutado a luz e a verdade aceitarão os enganos de Satanás. . . . Quando os homens se afastam dos marcos que o Senhor estabeleceu, para que possamos compreender nossa posição como assinalada na profecia, eles irão não sabem para onde24. . . . E se os homens e mulheres que têm o conhecimento da verdade estão tão separados de Cristo e de Sua justiça, é porque eles não se aprofundaram nas minas da verdade.

"A rebelião e a apostasia estão no próprio ar que respiramos. Seremos afetados por isso, a menos que pela fé coloquemos nossas almas desajudadas na dependência de Cristo. . . . Aqueles que apostatam estão expressando as palavras do dragão. . . . Deus tem permitido que apostasias tenham lugar a fim de mostrar quão pouca dependência pode ser colocada sobre o homem". Letter 1 (1897), p. 2. Manuscript Release # 454, p. 9.5.

'A apostasia...

"Os homens que ultimamente apostataram dizem que o sábado não tem tanta importância. Não faz diferença se o guardamos ou não guardamos". Manuscript Release # 454, p. 5.8.

"Uma igreja apóstata se unirá com os poderes da Terra e do inferno para aporem sobre a testa ou a mão, a marca da besta, e prevalecer sobre os filhos de Deus para adorar a besta e sua imagem. Eles buscarão compeli-los a renunciarem a sua aliança com a lei de Deus, e prestar homenagem ao papado. Então chegará o tempo em que as almas dos homens serão tentadas; pois a confederação de apostasia26 requererá que os fiéis súditos de Deus renunciem à lei de Jeová e repudiem à verdade de Sua palavra. Então o ouro será separado da escória. . . . Cada um que não está centralizado em Cristo falhará em passar pela prova e angústia daquele dia. . . . E receberá a marca da apostasia na testa ou na mão". Review and Herald, vol. 2, pp. 609-610, 8 de novembro de 1892.

"Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel. Profetiza, e dize aos pastores: Assim diz o Senhor Jeová: Ai dos pastores de Israel. . . . Acaso não vos basta pastar o bom pasto, senão que pisais o resto de vossos pastos a vossos pés? e beber as profundas águas, senão que enlameais o resto com os vossos pés?Ezequiel 34: 1, 18.

"Perguntei que grupo era aquele. O anjo disse: 'Esses são os que outrora observaram o sábado e a ele renunciaram'. Vi que eles haviam bebido de profundas águas, e enlameado o resto com os seus pés, espezinhando o sábado. . ." Primeiros Escritos, p. 37.3

"E quanto às Minhas ovelhas elas pastam o que foi pisado com os vossos pés, e bebem o que tem sido turvado com os vossos pés". Ezequiel 34:19.

"Não precisamos nos surpreender com nada que possa ter lugar agora. Não temos que nos admirar com o desenvolvimento do horror. Aqueles que espezinham com seus pés imundos a lei de Deus, têm o mesmo espírito como o dos homens que insultaram e traíram a Jesus. Sem qualquer peso de consciência eles praticarão os atos de seu pai, o diabo". Manuscrito 40 (1897). Mensagens Escolhidas, Livro 3, p. 416.4.

"Sabemos que adventistas não consagrados, que têm um conhecimento da verdade, mas que se ligaram com os mundanos, se afastarão inteiramente da fé, dando ouvido a espíritos sedutores. O inimigo alegremente lhes oferecerá encantamentos para levá-los a levarem a cabo uma guerra contra o povo de Deus". Letter 127, 1 de julho de 1903, p. 5. Manuscript Release # 454, pp. 18-19.

"Vi que Deus tinha filhos que não vêem e guardam o sábado. Eles não rejeitaram a luz sobre si. E no início do (pequeno) tempo de angustia27, estávamos cheios com o Espírito Santo ao irmos adiante e proclamávamos o sábado mais completamente. Isso irava a igreja e os adventistas nominais, e eles não podiam refutar a verdade do sábado. E nesse tempo, os escolhidos de Deus viam todos claramente que tínhamos a verdade, e saíram e resistiram à perseguição conosco". A Word to the Little Flock [Uma Palavra ao Pequeno Rebanho], p. 19.3 (Versão modificada em Primeiros Escritos, p. 33.7).

"Naquela noite sonhei que estava em Battle Creek olhando para fora através da janela lateral de vidro e vi um grupo marchando em direção à casa de dois em dois. Eles tinham uma aparência severa e determinada. Eu os conhecia bem e volvi-me para abrir a porta de entrada para recebê-los, mas pensei que poderia olhar novamente. A cena havia mudado. O grupo agora tinha a aparência de uma procissão católica. Um portava na mão uma cruz, e outro uma vara. E ao se aproximarem, o que trazia a vara fez um círculo em torno da casa, dizendo três vezes: 'Esta casa está proscrita28. Os bens precisam ser confiscados. Eles falaram contra a nossa santa ordem'. O terror dominou-me, e corri pela casa, para fora pela porta norte, e achei-me no meio de um grupo, alguns dos quais eu conhecia, mas não ousava falar uma palavra para eles por temor de ser traída". Testimonies, vol. 1, p. 578.1.

"Ao aproximar-se a tempestade, uma vasta multidão que professa fé na mensagem do terceiro anjo, mas que não se tem santificado mediante obediência à verdade29, abandona sua posição e une-se às fileiras da oposição. Unindo-se com o mundo e participando de seu espírito, eles chegaram a ver as questões quase sob a mesma luz; e quando a prova lhes sobreveio, estão preparados para escolher o lado fácil, popular. Homens de talento e agradável discurso, que outrora se regozijaram na verdade, empregarão sua capacidade para enganar e desviar almas. Tornam-se os mais implacáveis inimigos de seus antigos irmãos". O Conflito dos Séculos, p. 608.5.

"Homens de posição e reputação unir-se-ão com os iníquos e os vis para tomarem conselho contra o povo de Deus. Riqueza, gênio, educação se combinarão para cobri-los de desprezo. Governantes perseguidores, ministros, e membros da igreja conspirarão contra eles. Pela voz e pela pena, por lisonja, ameaças e ridicularia eles buscarão vencer sua fé. Por falsas representações e irados apelos despertarão as paixões do povo". Testimonies, vol. 5, p. 450.7.

"Jesus disse: 'Eis que vos envio profetas, e sábios, e escribas: e alguns deles matareis e crucificareis; e alguns deles açoitareis em vossas sinagogas, e perseguireis de cidade em cidade'. Esta profecia foi literalmente cumprida pelos judeus em seu tratamento de Cristo e dos mensageiros a quem Deus lhes enviou. Irão os homens nestes dias finais seguir o exemplo daqueles a quem Cristo condenou?

"A essas terríveis predições eles ainda não deram ainda pleno cumprimento; mas se Deus poupar a vida deles, e nutrirem o mesmo espírito que assinalou o seu curso de ação tanto antes como após a assembléia de Mineápolis, (a Associação Geral rejeitou a mensagem de 1888)30 eles preencherão completamente os atos todos daqueles a quem Cristo condenou quando estava sobre a Terra". Testemunhos Para Ministros, p. 79.5.

"Em 1888 a direção da Igreja Adventista fez uma volta para cima na pré-sessão ministerial de Mineápolis. . . . e a igreja não tem sido a mesma desde então. . . . O concílio de ministros de 1985 segue na tradição de 1888". Ministry Magazine, p. 22, Novembro de 1984.

"'Pois eles vos entregarão aos conselhos, e eles vos açoitarão em suas sinagogas'. Isso não significa simplesmente que sereis açoitados nas sinagogas com a língua, como muitos de vós hoje sois nos púlpitos da terra, mas que os homens que fazem elevadas profissões vos tratarão com violência". Review and Herald, vol. 2, p. 563.9, 26 de abril de 1892.

"Muitos tropeçam e caem, apostatando da fé que outrora advogaram31. Aqueles que apostatam em tempo de prova irão, para garantir sua própria segurança, dar falso testemunho, e trair os seus irmãos. Cristo nos tem advertido disso, de que podemos não nos surpreender quanto às atitudes desnaturais e cruéis daqueles que rejeitam a luz". O Desejado de Todas as Nações, p. 630.

"Ao eliminarem toda restrição, e tornarem sem efeito a Sua lei, e estabelecerem sua própria lei pervertida, e tentarem forçar as consciências daqueles que honram a Deus e guardam os Seus mandamentos para espezinharem a lei sob os seus pés, os homens descobrirão que a ternura de que zombaram estará esgotada". Manuscrito 40, 1897. Mensagens Escolhidas, livro 3, p. 417.5.

"Quando Cristo vem para tomar vingança sobre aqueles que educaram e treinaram as pessoas para espezinharem o sábado de Deus, para derribarem o Seu memorial, e esmagarem com os pés as Suas verdes pastagens, lamentações serão em vão. Aqueles que confiaram nos falsos pastores para pesquisarem por si mesmos a Palavra de Deus, e descobriram que Deus julgará cada homem que teve a verdade e volveram-se da luz porque esta envolvia a negação-própria e a cruz. Rochas e montanhas não podem escondê-los da indignação Daquele que que Se assenta no trono e da ira do Cordeiro". Letter 86, (1900), pp. 10-11. Manuscript Release # 476, p. 9.3.

"(Ezequiel 9:5-6). Aqui vemos que a igreja - o santuário do Senhor - foi a primeira a sentir o golpe da ira de Deus. Os antigos, aqueles a quem Deus concedeu grande luz e que se postaram como guardiãs dos interesses espirituais do povo, HAVIAM TRAÍDO O SEU DEPÓSITO". Testimonies, vol. 5, P. 211.4.

Com as nossas Igrejas Adventistas do Sétimo Dia mantendo cultos aos domingos, e nossos pastores adventistas do sétimo dia instando nosso povo a freqüentar a igreja no domingo, o aberto culto dominical está para ser implementado por nossa própria Igreja Adventista do Sétimo Dia!

- Para a documentação sobre as declarações acima, por favor escreva para P. O. Box 686, Chico, Cal. 95927.

NOTAS

#1. "Os homens podem armar esquema após esquema, e o inimigo buscará seduzir almas da verdade, mas todos quantos crêem que o Senhor tem falado mediante a Irmã White, e tem lhe dado mensagens, estarão seguros dos muitos enganos que sobrevirão nestes últimos dias". Letter 50 (1906). Mensagens Escolhidas, Livro 3, pp. 82-83.

#2. "O inimigo porá tudo em operação para desarraigar a confiança dos crentes nos pilares de nossa fé nas mensagens do passado, que nos tem situado na elevada plataforma da verdade eterna, e que tem estabelecido e dado caráter à obra". Manuscript 28, (1890). Mensagens Escolhidas, Livro 2, p. 388.7.

#3. "Uma coisa é certa: Aqueles adventistas do sétimo dia que tomam posição sob a bandeira de satanás primeiro renunciarão a fé nas advertências e reprovações contidas nos Testemunhos do Espírito de Deus". Letter 156 (1903). Mensagens Escolhidas, Livro 3, p. 84.6.

#4. "Os homens podem supor que encontraram uma nova maneira e que podem lançar um novo fundamento além do que foi estabelecido. Mas este é um grande engano. Outro fundamento não podem nenhum homem lançar além do que foi estabelecido". Testimonies, vol. 8, p. 297.2.

#5. "Como um povo, devemos permanecer firmes sobre a plataforma da verdade eterna que tem resistido o teste e a prova. Devemos firmar-nos nos seguros pilares de nossa fé. Os princípios da verdade que Deus nos tem revelado são nosso verdadeiro fundamento. Eles nos tem feito o que somos. A passagem do tempo não tem diminuído o seu valor. É o constante esforço do inimigo remover essas verdades de seu lugar, e pôr em seu lugar teorias espúrias. Ele trará tudo quanto possível que puder para levar avante seus desígnios enganosos". - Special Testimonies, Série B, #2, p. 51.5.

#6. "Tu, pois, fala aos filhos de Israel, dizendo: Certamente guardareis meus sábados: porquanto isso é um sinal entre Mim e vós nas vossas gerações; para que saibais que Eu sou o Senhor, que vos santifica".(êxodo 31:13, cf. Ezequiel 20:12,20).

#7. "Aqueles que em sua sabedoria humana tentam ocultar as características peculiares que distinguem o povo de Deus do mundo perderão sua vida espiritual e não mais serão sustido por Seu poder". Testimonies, vol. 6, pp. 250.9.

#8. "Que esses homens devessem permanecer num lugar sagrado para serem a voz de Deus ao povo, como outrora críamos ser o caso da Associação Geral, o que é fato passado". Boletim da Associação Geral dos Adventistas do Sétimo Dia, p. 25, 3 de abril de 1901.

#9. "O Mestre celestial indagou: "Que engano mais poderoso pode iludir a mente do que a pretensão de que estais edificando o fundamento certo e que Deus aceita vossas obras, quando em realidade estais pondo em operação muitas coisas segundo a política mundana e estais pecando contra Jeová? Ó, é um grande engano, uma fascinante ilusão, que toma posse das mentes. . ." Testimonies, vol. 8, p. 249.8.

#10. "Enquanto confiarem na guia da autoridade humana, nenhum virá a um conhecimento salvador da verdade". O Desejado de Todas as Nações, p. 141.

#11. "Deus tem uma controvérsia com aqueles que aceitam as falácias do grande apóstata, que estão preparados para adaptar-se a toda classe no mundo cristão, e que descartam a lei de Deus, pronunciada pela Inspiração para ser 'santa, e justa, e boa'". Review and Herald, vol. 4, p. 148.6.

#12. "Aqueles que buscam obrigar os homens a observarem uma instituição do papado, e espezinharem a autoridade de Deus, estão realizando uma obra semelhante àquela dos líderes judaicos. . ."Testimonies, vol. 5, p. 713.7.

#13. "O quê?! Devem os adventistas do sétimo dia afrouxar sua devoção quando todas as suas capacidades e faculdades deviam ser colocadas ao lado do Senhor; quando um testemunho inabalável, nobre e elevado deveria proceder de seus lábios? . . . Quando a lei de Deus é ridicularizada e posta sob o maior desprezo, então é tempo para que todo verdadeiro seguidor de Cristo, aqueles cujos corações foram entregues a Deus, e que estão determinados a obedecerem a Deus, erguer-se sem vacilação pela fé uma vez entregue aos santos". S.D.A. Bible Commentary, vol. 7, pp. 981-982.

#14. "A maior luz e bênção que Deus nos tem concedido não é garantia contra transgressão e apostasia neste últimos dias". Manuscript 139 (1903), p. 12. Manuscript Release # 454, p. 19.3.

#15. "E depois chegaram também as outras virgens, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos. E Ele respondendo, disse: Em verdade vos digo que vos não conheço". "Quando o pai de família se levantar e cerrar a porta, e começardes a estar de fora, e a bater à porta, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos; e, respondendo Ele, vos disser: Não sei donde vós sois. . . . Digo-vos que não sei donde vós sois; apartai-vos de Mim, vós todos os que praticais a iniqüidade".Mateus 25:11-12; Lucas 13:25, 27.

#16. "Mas, ó que triste quadro! aqueles que não se submetem à influência do Espírito Santo em breve perderão as bênçãos recebidas quando reconhecem o erro como sendo do Céu. . . . Ele removerá o Seu Espírito Santo da igreja, e o dará a outros que O apreciarão". Review and Herald, vol. 3, p. 273.3. 16 de julho de 1895.

"O Senhor suscitará homens para darem a mensagem da verdade ao mundo e a Seu povo. Se aqueles em posições de responsabilidade não avançarem nas providências de Deus que se abrem, trazendo uma mensagem apropriada para este tempo, as palavras de advertência serão dadas a outros que serão fiéis a seu depósito". Testimonies on Sabbath School Work, p. 56.3.

#17. "Aqueles que recebem a pura marca da verdade, neles aposta pelo poder do Espírito Santo, representada por uma marca feita pelo homem em roupas de linho, são os que 'suspiram e gemem por todas as abominações que se praticam' na igreja". Testimonies, vol. 3, p. 267.4.

#18. "Eu indago àqueles em posições de responsabilidade em Battle Creek [sede da Associação Geral na época], O que estais fazendo? Tendes volvido as costas e não vossos rostos para o Senhor". Testemunhos Para Ministros, p. 89.7.

#19. "Esses homens do Velho Testamento falavam de coisas que transpiravam em seus dias, e Daniel, Isaías e Ezequiel não somente falavam de coisas que lhes dizia respeito como verdade presente, mas sua visão estendia-se ao futuro, e ao que ocorreria nesses últimos dias". Letter 132 (1898). Mensagens Escolhidas, Livro 3, pp. 419-420.

#20. "Nem um em vinte tem percepção dos largos passos que estamos dando no rumo da grande crise em nossa história". Review and Herald, vol. 2, p. 564.3, 26 de abril de 1892.

#21. "O mundo não deve ser introduzido na igreja, e associar-se com esta, formando um elo de união. Por esse meio a igreja se tornará verdadeiramente corrompida, e como declarado na Revelação, 'coito de toda ave imunda e aborrecível'" (Apocalipse 18:2). Testemunhos Para Ministros, p. 265.7.

#22. "João foi chamado para contemplar um povo distinto daqueles que adoram a besta ou sua imagem por observarem o primeiro dia da semana. A observância deste dia é a marca da besta". Testemunhos Para Ministros, p. 133.3.

#23. "Foi por associar-se com idólatras e unir-se em suas festividades que os hebreus foram levados a transgredir a lei de Deus, e acarretar os Seus juízos sobre a nação. Assim, agora é por levarem os seguidores de Cristo a associação com os ímpios e a se unirem-se em suas diversões, que Satanás tem maior êxito em atraí-los ao pecado. . . . Deus requer de Seu povo agora tão grande distinção com o mundo, em costumes, hábitos, e princípios, quanto requereu de Israel da antiguidade". Patriarcas e Profetas, p. 458.6.

"Não podeis afiliar-vos com o mundo sem vos tornardes participantes de seu espírito, sem tornar-vos culpados de traição contra o Senhor que vos adquiriu". Review and Herald, vol. 2, p. 231.3, 24 de julho de 1888.

#24. "Os fatos concernentes à real condição do professo povo de Deus falam mais alto do que sua profissão, e tornam evidente que algum poder cortou o cabo que os ancora na Rocha Eterna, e que estão à deriva rumo ao mar aberto, sem mapa ou bússola". Review and Herald, vol. 2, p. 231.3, 24 de julho de 1888.

#25. "Nunca antes tive um coração tão opresso como desde que vi a apostasia de homens e mulheres que têm recebido grande luz, e uma abundância de evidência da verdade para este tempo. Isso me traz grande angústia de que eu poderia ser poupada, nestes dias finais da história terrena. Mas não tenho poder para mudar a obra sedutora do inimigo". Letter 266, 5 de agosto de 1906, p. 1. Manuscript Release # 454, p. 27.3.

#26. "Na batalha a ser desencadeada nos últimos dias estarão unidos, em oposição ao povo de Deus, todos os poderes corruptos que apostataram da aliança à lei de Jeová. Nessa guerra, o sábado do quarto manda­mento será o grande ponto de controvérsia. . ." Manuscript 24 (1891). S.D.A. Bible Commentary, vol. 7, p. 983.8.

#27. "O início desse tempo de angústia (PE. 33.8) aqui mencionado, não se refere ao tempo em que as pragas começarão a ser derramadas, mas a um breve período pouco antes que sejam derramadas, enquanto Cristo está no santuário". Primeiros Escritos, p. 85.7.

#28. "É requerido uma desesperada luta por aqueles que seriam fiéis para permanecerem firmes contra os enganos e abominações que se disfarçavam em vestes sacerdotais e se introduziram na igreja. . . . A doutrina da liberdade religiosa foi declarada heresia, e seus defensores odiados e proscritos". Spirit of Prophecy, vol.4, p. 46.3.

"Todos serão requeridos a prestarem obediência a decretos humanos em violação da lei divina. Aqueles que quiserem ser verazes a Deus e ao dever serão ameaçados, denunciados, e proscritos. Eles serão 'traídos tanto por pais, e irmãos, e parentes, e amigos'". Testimonies, vol. 5, p. 473.3.

#29. "Tal como os judeus se afastaram de Deus, e falharam em tornar a justiça de Cristo (a mensagem do terceiro anjo) sua própria, o sábado perdeu o seu significado para eles". O Desejado de Todas as Nações, p. 283.

#30. "Satanás toma o controle de toda mente que não esteja decididamente sob o controle do Espírito de Deus. Alguns têm cultivado o ódio contra os homens aos quais Deus comissionou para levarem uma mensagem especial ao mundo. Eles começaram essa obra satânica em Mineápolis. Posteriormente, quando viram e sentiram a demonstração do Espírito Santo testificando que a mensagem era de Deus, odiaram-na ainda mais, porque era um testemunho contra eles. . . . Prosseguiram em seu próprio espírito, cheios de inveja, ciúme e más suspeitas, como haviam feito os judeus. Abriram os seus corações ao inimigo de Deus e do homem. Contudo, esses homens tinham estado mantendo posições de confiança, e tinham estado moldando a obra segundo sua própria semelhança, na medida em que o puderam". Testemunhos Para Ministros, pp. 79-80.

#31. "Não tendo recebido o amor da verdade, eles serão apanhados nos enganos do inimigo. . ."Testimonies, vol. 6, p. 401.1.

"Ao concluir esta narrativa, eu diria que estamos vivendo num tempo por demais solene. Na última visão que me foi dada, foi-me revelado o fato chocante de que apenas uma pequena porção daqueles que agora professam a verdade serão santificados por ela e salvos. Muitos irão além da simplicidade da obra. Eles se conformarão com o mundo, acariciarão ídolos, e se tornarão espiritualmente mortos. Os seguidores de Jesus humildes e dominados por renúncia própria avançarão para a perfeição, deixando atrás de si os indiferentes e amantes do mundo.

"Foi-me apontado o antigo Israel. Somente dois dos adultos no vasto grupo que deixou o Egito entrou na terra de Canaã. Seus corpos mortos foram espalhados pelo deserto devido a suas transgressões. O moderno Israel corre maior perigo de se esquecer de Deus e ser levado à idolatria do que o Seu antigo povo. Muitos ídolos são adorados, mesmo por professos observadores do sábado. Deus especialmente instou o Seu antigo povo a guardar-se contra a idolatria, pois se se desviassem para longe de servirem o Deus vivente, Sua maldição lhes sobreviria, enquanto eles O amariam com todo o coração, com toda sua alma, e com todo o seu poder, Ele os abençoaria abundantemente na colheita e nas provisões, e removeria a doença de seu meio.

"Uma bênção ou uma maldição estão agora perante o povo de Deus--uma bênção se saírem do mundo e se separarem, e caminharem pela vereda da humilde obediência; e uma maldição se se unirem aos idólatras, se espezinharem os elevados reclamos do Céu. Os pecados e iniqüidades do Israel rebelde estão registrados e o quadro nos é apresentado como uma advertência de que se imitamos o seu exemplo de transgressão e nos desviamos de Deus, fracassaremos tão seguramente quanto eles o fizeram. 'Todas essas coisas lhes aconteceram como exemplos: e estão escritas para a nossa admoestação, àqueles cujo fim do mundo é chegado'". Testimonies, vol. 1, pp. 608-609.

FIM

HOME