Make your own free website on Tripod.com

MENSAGENS FINAIS

QUEM SOMOS

NISTO CREMOS

ESTUDOS

JUDICIAIS

CARTAS

Laodicéia, a Igreja Que Rejeita o Testemunho de Jesus, o Princípio da Criação de Deus

 

Em Apocalipse, encontramos cartas de Jesus, encaminhadas a sete igrejas da Ásia no tempo de João, as quais, conforme concluímos, representam também períodos históricos da Igreja de Jesus na terra.

Em nosso caso, convém revisarmos a carta a Igreja de Laodicéia, o último período da história do Cristianismo, para vermos o que suas entrelinhas nos revelam. Afinal, cremos que essa carta destina-se especialmente à Igreja Adventista como remanescente do povo de Deus.

Em Apocalipse 3:14, lemos: “Ao anjo da igreja em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus.” Sim, o que está escrito é realmente isto. O autor da carta, Jesus, apresenta-Se como "o princípio da criação de Deus". Ou, o primogênito de toda criação (Colossenses 01:15).

Observe bem, meu irmão. Jesus se identifica como a testemunha fiel e verdadeira e o princípio da criação de Deus, e não o próprio Deus! Ele simplesmente repete a afirmação que fez em João 14:28, onde disse que o Pai (Ou Deus) é maior que Ele. Se Jesus é testemunha fiel e verdadeira, é testemunha de quem? De todos aqueles que o negarem ou não o negarem diante do Pai (Mateus 10:33) e ainda, testemunha do Pai aos homens (João 12:45).

Apocalipse 3:15: “Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; oxalá foras frio ou quente!

Por ser a testemunha fiel e verdadeira, Jesus sabe o que ocorre com aqueles que se declaram seu povo. Eles são mornos. Como mornos? Talvez estejam desinteressados com as coisas de Deus, mas, a situação é muito pior do que essa. Dizem acreditar em um só Deus, mas são politeístas. A testemunha fiel e verdadeira vê isto também. Acreditam em uma Trindade!

Deus não é um Deus de confusão (I Cor 14:33), e, se assim fosse, ele próprio seria o motivo para a mornidão dos que se dizem povo de Deus, pois, sendo um Misterioso Ser Três-em-Um e, portanto, incapaz de ser compreendido, só causaria confusão e mais confusão.

Deus é o pai de Jesus (Romanos 15:06) e não o próprio Jesus, pois se assim o fosse, Deus seria um deus de confusão, e consequentemente se equipararia aos deuses criados pela imaginação humana. A testemunha fiel e verdadeira não pode ser ao mesmo tempo testemunha e Deus.

Apocalipse 3:16: “Assim, porque és morno, e não és quente nem frio, vomitar-te-ei da minha boca.”

O princípio da Criação de Deus agora está a ponto de vomitar os pretensos fiéis, porque são mornos, indefinidos, conhecem em parte, mas não conhecem ou não querem conhecer mais. Acreditam que está muito bem do jeito que está.

Apocalipse 3:17-18: “Porquanto dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um coitado, e miserável, e pobre, e cego, e nu. aconselho-te que de mim compres ouro refinado no fogo, para que te enriqueças; e vestes brancas, para que te vistas, e não seja manifesta a vergonha da tua nudez; e colírio, a fim de ungirdes os teus olhos, para que vejas

O Único filho legítimo de Deus, que recebeu a vida do único que tem a imortalidade (I Timóteo 6:16) e que habita em luz inacessível, faz uma declaração contudente: "Achas que és rico e não precisas de nada, mas na realidade és um miserável, um pobre, cego e nú.

Miserável – Vive mendigando pedaços de doutrinas exportadas da tradição Católica Romana, que, por sua vez, as importou da Babilônia antiga e Egito, onde haviam tríades de deuses, os mais bizarros possíveis, embora a própria doutrina da trindade também não tem nenhum fundamento bíblico. O Único que tem poder para resolver o problema da humanidade e eliminar o mal (Apoc 5:5) oferece ouro da verdade refinado pelo fogo, mas será que Laodicéia vai adquirir?

Cego – Tem olhos mas não vêem, ouvidos mas não escutam... Estão semelhantes aos ídolos que não vêem (Salmo 115:04-06). O segundo na hierarquia celestial, o qual teve sua função cobiçada por Lúcifer, agora oferece colírio para abrir os olhos para que possam ver a realidade das coisas e deixarem de ser indefinidos, mornos... Ele oferece discernimento, mas muitos preferem ficar com o Mistério da Trindade, apesar de a Revelação ser o fim de todos os mistérios...

Oferece ainda roupas para que se vistam e não deixem suas vergonhas à mostra... Será que querem as roupas da justiça de Cristo? Será que vão abrir mão de suas roupas rasgadas e sujas? Temo por Laodicéia.

Apocalipse 3:19-20: “Eu repreendo e castigo a todos quantos amo: sê pois zeloso, e arrepende-te. Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.”

Que belo conselho! Além de nos amar, o próprio filho legítimo de Deus nos repreende para que resolvamos nossa indefinição e passemos a ver o que precisamos ver. Ele bate à nossa porta e nos quer fazer companhia! Ele quer que olhemos a ele com os olhos da fé legítima, a fé dele (Apoc 12:17), e vejamos a realidade da unicidade de Deus, o papel do Filho de Deus e o poder infinito colocado à nossa disposição como Espírito Santo de Deus (Efésios 04:30), agindo em nossa vida. É isso que o Cordeiro de Deus quer fazer!

Apocalipse 3:21 “Ao que vencer, eu lhe concederei que se assente comigo no meu trono.”

Ao que vencer toda esta apostasia fornecida por Roma (anti-)cristã, a Mãe de todas as meretrizes e abominações da Terra (Apoc 17:05), ao que usar o colírio Santo dado pelo Filho de Deus e não se ligar aos deuses falsos (trindade) fornecido à cristandade por Roma, mas se filiar ao Deus Único,  confiar em Seu Filho unigênito (único gerado diretamente por Ele) e deixar a força de Deus agir em sua vida, esse será agraciado com privilégios por parte do Cordeiro.

Apocalipse 3:22: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” Há quem prefira usar os ouvidos para outra coisa em vez de ouvir, mas o aviso está dado. E curiosamente Aquele que testemunha às sete igrejas, apresenta-Se também a Laodicéia como "o Espírito"!

Adventista do 7º Dia, contrariado com as mudanças havidas na IASD.

Nota do Editor :

A expressão "Espírito Santo" tem vários sentidos na Bíblia... O principal sentido dela é ser uma expressão -- Ruash haKodesh -- usada no Antigo Testamento, como um título para Deus, quando Este atua de modo invisível e/ou interiormente entre os seres humanos. Quando um judeu está em dificuldades espirituais é a Ruash haKodesh que ele clama. Ou seja, Espírito Santo é mais um nome judaico para o Deus único.

Em relação ao Filho Deus, o que Ele prometeu foi que rogaria ao Pai para que também atuasse invisível e interiormente entre Seus discípulos. Assim, temos um outro Consolador semelhante ao Pai à nossa disposição. Jesus, como o Pai e por concessão dEle, age também hoje como Espírito Santo. Tanto é que Ele esclarece que ambos -  Pai e Filho - viriam e fariam morada no coração dos discípulos.

Contudo, a expressão "Espírito Santo" ou "Vento Sagrado" é usada biblicamente para designar também a atuação invisível dos anjos, inclusive Gabriel, junto a nós. Refere-se ainda à capacitação espiritual que nos é dada por Deus para a Obra missionária e à uma mente santificada pela comunhão com o Pai e o Filho.

Os trinitaristas nos acusam de identificar Gabriel como o Espírito Santo, mas nisto estão faltando com a verdade. O que dizemos é que Gabriel é hoje a terceira pessoa da hierarquia celestial. O Altíssimo, seu Filho e, abaixo deles, Gabriel, comandam as hostes celestes... É ele um Espírito Santo? Sim, Hebreus diz que todos os anjos são espíritos ministradores e que Deus faz deles ventos (ação invisível) e fogo (canais de Seu poder).

Robson Ramos - Adventistas.Com

NOTA Mensagens Finais - Cristo antes de estar entre nós encarnado, sempre agiu em Espírito (pois assim como o Pai, também era espírito) e muitas vezes para poder estar presente entre nós, veio na forma de um anjo - que pode apresentar-Se na forma de homem - e que a Bíblia apresenta como sendo Miguel!

HOME